A minha fonte de inspiração é a beleza de África”, diz artista plástico Gegé M’bakudi

0

Por: Edueni António

Nas redes sociais, Gegé M’bakudi tem recebido vários elogios pelo encanto das suas molduras, o jovem de apenas 20 anos de idade, que tem mostra todo seu talento nas artes plásticas, falou em entrevista ao PLATINALINE sobre as suas inspirações artísticas.

“Antes de começar qualquer desenho, costumo definir os conceitos que vou retratar e só depois de consolidar todos os pormenores, começo com os esboços. Eu não consigo dar uma data precisa, acho que o pouco reconhecimento que tenho foi fruto de longo processo, as coisas começaram a ficar mais sérias quando comecei a levar os desenhos a sério, isso em 2015 – 2016”, disse Gegé.

Questionado sobre a sua fonte de inspiração, Gegé refere a “beleza africana”, as pessoas que o rodeiam e sobretudo os conteúdos audiovisuais que consome na sua vivência.

“Se eu não fosse artista plástico, seria arquitecto, cresci com esse sonho porque todo mundo à minha volta fazia-me acreditar que esse era o caminho mais seguro para ter um melhor futuro e de grande sucesso”, realçou.

Sobre as dificuldades no mercado angolano, o artista aponta os custos altos e a falta de materiais de qualidade para poder realizar um trabalho perfeito.

Gegé pensa tornar-se num artista melhor, poder atingir o auge para a sua criatividade, é-lhe muito excitante poder criar arte num contexto africano diferente do que se está há anos acostumados a consumir, e espera que os seus desenhos mais além tenham um valor simbólico e memorável nas histórias africanas, porém salienta que não sabe se aos seus 30 anos de idade estará ainda a pintar.

“Não participei em nenhum concurso da minha área de actuação, e também não sei se participaria de um, sou uma pessoa muito ansiosa, porque eu simplesmente não estou a competir com ninguém, tenho amigos e pessoas conhecidas que também pintam, desenham e o fazer tão bem quanto eu, alguns até fazem melhor, mas não os considero concorrência”. Finalizou o artista