Academia BAI realiza conferência em parceria com o Ministério da Saúde

Academia BAI realiza conferência em parceria com o Ministério da Saúde

COMPARTILHE
A A A

Por: Stella Cortêz
Fotos: Assis Júnior

Com o objectivo de criar uma troca de diálogo e informação com profissionais e especialistas sobre temas pertinentes que têm que ver com a cobertura nacional de saúde, a Academia BAI, em parceria com o Ministério da Saúde, realiza, de 20 a 21 de Setembro, nas suas instalações, uma conferência sobre “Cobertura Universal da Saúde Para o Desenvolvimento Sustentável”.

No seu discurso de abertura, Altino Matias, Secretário de Estado para a Área Hospitalar que se fez presente em representação da Ministra da Saúde, fez saber que a realização da conferência permitirá a troca de experiência e o enriquecimento técnico-científico entre profissionais nacionais e internacionais de saúde sobre temas prioritários do sistema de saúde em Angola que necessitam de acções direccionadas para o reforço da saúde em direcção à cobertura universal da saúde e à meta três dos objectivos de desenvolvimento sustentáveis.

“Angola tem vindo a alcançar alguma melhoria em alguns indicadores como, por exemplo, na redução da mortalidade materna neonatal e infantil, de acordo com o último inquérito de indicadores múltiplos sanitários realizado pelo INE, em 2015 / 2016. O outro sucesso de grande realce foi a eliminação da poliomielite e o controlo da febre-amarela, estas conquistas têm, obviamente, um significado, pois foram alcançadas com o envolvimento de todos os sectores,” disse o gestor público.

Helga Reis Freitas, Coordenadora do Gabinete de Municipalização dos Serviços de Saúde do Ministério da Saúde, que dissertou sobre Os desafios do Sistema Nacional de Saúde, esclareceu que tudo está a ser feito para se tentar melhor as necessidades urgentes da população no que toca a melhoria da questão da logística em relação aos medicamentos, vacinas e materiais gastáveis. “Como é sabido por todos que estamos a tentar melhorar a questão dos recursos humanos, está a decorrer o concurso público nacional e esse concurso será acompanhado principalmente por formação desses profissionais. O Serviço Nacional debate-se com esse desafios, um deles tem que ver com os recursos humanos, principalmente nas zonas mais recônditas do país. Outro tem que ver com a cobertura de infraestruturas, porque existem áreas do nosso pais que ainda não têm infraestruturas e o Ministério da Saúde tem uma estratégia que serão equipas móveis,” disse Helga Freitas.

Importa frisar que, para o mês de Novembro, a Academia BAI tem agendada uma conferência sobre o mar em alusão aos seis anos da sua existência.

comentários facebook