Ajli Ibraime Inácio: “Desejo ver o meu trabalho reconhecido através das mensagens...

Ajli Ibraime Inácio: “Desejo ver o meu trabalho reconhecido através das mensagens espelhadas nas músicas”

COMPARTILHE
A A A

Por: Stella Cortêz

Ajli Ibraime Inácio Adão é um jovem angolano que emigrou para Portugal, para dar sequência aos estudos. Canta desde tenra idade e luta pela inserção do seu trabalho no mercado da música angolana.

O cantor que trabalha de forma independente e tem lutado para apresentar músicas com qualidade, disse em entrevista que a veia musical sempre esteve presente na sua família, pois, o seu irmão mais velho é DJ.

Embora 2019 esteja a seguir para a recta final, Ajli Ibraime tem alguns projectos em carteira, mas estes só serão colocados em prática mediante o feedback do público relativamente às músicas “Louco” e “Madrugz”, divulgadas nas plataformas digitais. “Pretendo levar a minha musicalidade para outros mercados e tornar o meu trabalho reconhecido através das mensagens espelhadas nas músicas e fazer com que a minha terra natal, ou seja, o meu povo conheça o meu trabalho”, disse o jovem.

Adão, que começou a cantar aos 10 anos, disse que a primeira música que compôs foi no estilo Kuduro, e infelizmente por razões alheias à sua vontade, somente há dois anos começou a fazer a divulgação das suas canções no mercado angolano. “Sou um artista versátil, mas identifico-me com o Hip Hop, e as minhas inspirações vêm de artistas como Tyga e Travis Scott, porém, tenho NGA como referência musical, devido ao impulso que me deu no movimento Rap”, rematou.

comentários facebook