Anabela Aya: “A minha maior ambição profissional passa por colocar as minhas...

Anabela Aya: “A minha maior ambição profissional passa por colocar as minhas músicas nos quatro cantos do mundo”

COMPARTILHE
A A A

Por: Stella Cortêz

Dona de uma voz brilhante e um talento singular, Anabela Aya, mãe de Heloíse, de 16 anos, Stela, de 12, e do pequeno Ruben, de 10 anos, cantora do estilo Afro Jazz, que vive uma das melhores fases da sua carreira artística, confessou, em entrevista à revista Lux, o seu desejo de levar a sonoridade das suas músicas aos quatro cantos do mundo, bem como de ser uma mãe exemplar para os seus três filhos.

“A minha maior ambição profissional passa por colocar a minha música nos quatro cantos do mundo e poder, de alguma forma, mostrar o nosso trabalho lá fora. No âmbito pessoal, desejo ver os meus filhos crescer com saúde, sabedoria e Deus, acima de tudo o meu maior sonho é de ser uma mãe exemplar para os meus filhos, tal como a minha mãe é para mim. Dar-lhes a melhor formação e educação possível e fazer deles pessoas do bem,” disse a cantora.

Questionada sobre o seu primeiro trabalho discográfico, a Diva da Música 2017, troféu conquistado na gala Divas Angola no mesmo ano, esclareceu que, depois de algum tempo de trabalho, o álbum já está pronto. Porém não se cansa de repetir que tudo aconteceu no tempo de Deus e que ele a encaminhou para os lugares certos, na hora certa. E todo o seu suor está investido no CD, não tardará muito para que aconteça a cerimónia de apresentação do seu novo filhote que, como já é sabido por todos, vai chamar-se Kuameleli. O disco vai comportar dez faixas musicais e traz composições de Jomo Fortunato e Filipe Mukenga.

Dentre as várias temáticas abordadas, Anabela revelou a razão pela qual faz o uso constante de turbantes, curiosidade essa que muitos pretendem saber. “Quando sofri um assalto, feriram-me no rosto e tive que andar com a testa ligada. Então, para ir à rua, colocava um lenço por cima da ligadura e assim fui ganhando gosto pelos lenços. Até hoje, não deixei de usá-los, mas vou conciliando o cabelo natural e os turbantes,” explicou.

2017 foi um ano recheado de troféus e distinções. Para 2018, Além do lançamento do álbum, a cantora tem vários projectos em carteira, que prefere mantê-los em segredo em enquanto.

comentários facebook