Artistas Angolanos vão participar na Feira Internacional de Arte Africana de Paris

Artistas Angolanos vão participar na Feira Internacional de Arte Africana de Paris

ARTISTAS ANGOLANOS EM REPRESENTAÇÃO PELA GALERIA THIS IS NOT A WHITE CUBE NA FEIRA INTERNACIONAL DE ARTE & DESIGN AFRICANA, EM PARIS

COMPARTILHE
A A A

A Galeria THIS IS NOT A WHITE CUBE – TINAWC vai participar na segunda edição da AKAA, Feira Internacional de Arte Africana de Paris, que irá decorrer de 10 a 12 de Novembro de 2017 no Centro cultural Carreau Du Temple.

Para está edição a Galeria estará representada com 3 artistas angolanos, nomeadamente Ana Silva, Januário Jano e Nelo Teixeira. AKAA apresenta-se como o lugar que defende uma África multifacetada, transcendendo as fronteiras históricas e cuja a voz ressoa nos quatro cantos do mundo, realizada através da visão de cada artista.

Com cerca de 15.000 visitantes durante os 3 dias de exposição a feira estabelece um forte intercâmbio entre Galerias, Artistas e Coleccionadores, com objectivo de envolverem-se, transmitirem e compartilharem a inspiração africana.

ANA SILVA BIO Nascida em Luanda mas a viver entre Luanda e Lisboa, Ana Silva frequentou o curso superior de Desenho e Pintura do ARCO, em Lisboa. Participou em diversos colectivos de artistas, nomeadamente no Museu de Historia Natural e no Museu da América em Madrid; no Palácio Ribamar em Lisboa, Galeria do Banco Económico em Luanda e em diversas galerias portuguesas e angolanas, tais como na Galeria Matos Ferreira e a This is Not a White Cube. Artista convidada para a Expo Mundial em Milão em 2015 e para vários outros projectos institucionais. THIS IS NOT A WHITE CUBE – ARTE CONTEMPORÂNEA Rua Cabral Moncada, n°178/180 – Luanda – Angola – gallery.tinawc@gmail.com – 922 939 181

| JANUÁRIO JANO BIO Artista visual, nascido em Luanda (Angola), Januário Jano vive e trabalha entre Luanda, Londres e Lisboa. Em 2005 o artista terminou a sua graduação na Universidade Metropolitana de Londres, Inglaterra, e desde então que está envolvido em projectos de pesquisas que têm sido o centro do seu trabalho artística. Januário Jano trabalha principalmente com pintura, instalação, vídeo e fotografia, usando mistura de mídia e material para desenvolver um corpo de trabalho relevante nos rituais do seu trabalho. Em 2016 foi premiado com Art Laguna Prize na categoria Business for Art, um dos mais prestigiado prêmios de arte em Veneza, Itália. Em 2015, participou da exposição colectiva, “UNORTODOXO”, no Museu Judaico de Nova Iorque, exposição que teve como curadores Jens Hoffman e Kelly Taxter. Como um dos mais proeminentes artistas angolanos segundo os críticos de arte, Januário Jano foi em 2013 um dos convidados do Goethe Institut-Angola como artista visitante a participar no projecto “África Em Movimento” em Doual ́Art, na cidade de Douala nos Camarões. Em 2014 esteve envolvido na “Ilha de São Jorge” um projecto da Beyond Entropy com curadoria de Paula de Nascimento e Stefano Rabolli Pansera.

 | NELO TEIXEIRA BIO Interessado na transformação de reinvenção de resíduos, detritos, “lixo” para dar-lhes uma nova utilidade através da descontextualização do objecto e no facto de poder restaurar um sentimento, uma ideia, construir uma história, chamar a atenção para uma situação, Nelo Teixeira é um luandense que se fez artista dentro das oficinas da UNAP (União Nacional de Artistas Plásticos) onde estudou pintura e escultura, formando-se em carpintaria e cenografia. A família de Nelo herdou a arte de criar máscaras. Também desempenha um papel importante na comunidade artística de Luanda, onde ensina algumas das suas técnicas à geração mais jovem. Ele tem exibido regularmente desde 2000, e tem feito a cenografia de numerosas peças teatrais e cinematográficas. Artista representado pelo Pavilhão Angolano na Bienal de Veneza de 2015, Nelo expôs em Angola, Lisboa e Milão.

 

comentários facebook