Angonabeiro formaliza contrato com Embaixadoras do Café

Angonabeiro formaliza contrato com Embaixadoras do Café

COMPARTILHE
A A A

 A Angonabeiro formalizou, esta segunda-feira, dia 14,  no Espaço Luanda, em Talatona,  a assinatura de contratos com as Embaixadoras do Café de Angola. Para além do contrato inicialmente previsto com Iracelma Francisco, vencedora do concurso Miss Café 2016, a Angonabeiro estendeu os contratos a Zenilda Bonito, 1ª Dama, e Paula Joveta, 2ª Dama.

«O café é uma herança cultural e produto-chave na dinamização da economia angolana, é uma área com muita força e que tem de ser promovida de forma intensa, por isso, e reunidas as condições, entendemos estender os contratos às segunda e terceira classificadas no concurso Miss Café», explicou Pedro Ribeiro, director-geral da Angonabeiro.

As Embaixadoras do Café em Angola terão agora a responsabilidade de aproximar os jovens à cultura do café, estimular a sua produção e consumo para que Angola adquira os hábitos de outrora, promover este produto internamente e além fronteiras. Pedro Ribeiro lançou o repto, «contamos com o apoio dos senhores jornalistas, profissionais da comunicação a quem lançamos também um desafio: juntem-se a nós na promoção daquela que já foi a principal actividade económica do país».

Embaixadoras_do_Cafe_de_Angola.jpg

A primeira edição do concurso culminou em Julho passado com a eleição da Miss Café 2016 de entre 13 candidatas finalistas. A escolha da Miss Café não foi tarefa fácil para o Júri, tendo sido analisados factores como a postura, boa articulação da língua portuguesa, bem como quem mais se identificou com a cultura e com a força do café.

O concurso Miss Café é uma iniciativa da Angonabeiro, empresa detentora das marcas Delta Cafés, Delta Q e Ginga Cafés, e tem como objectivo fomentar o interesse pelo café, contribuindo assim para a sua divulgação e promoção enquanto importante agente da diversificação da economia nacional.

comentários facebook