Anna Joyce: “Ainda que não estivesse no top, a música já faz...

Anna Joyce: “Ainda que não estivesse no top, a música já faz muito sucesso e sinto-me feliz por isso”

COMPARTILHE
A A A

Por: Stella Cortêz

Anna Joyce, que integra a lista de concorrentes no cupão de votos com a música “Destino”, sendo esta, a única voz feminina entre os dez finalistas do Top dos Mais Queridos 2019, falou do quão importante seria se tivesse mais mulheres representadas no concurso realizado pela Rádio Nacional de Angola, cuja gala de premiação acontece no dia 26 de Setembro, no Centro de Conferências de Belas.

“Muitas mulheres fizeram muito sucesso no ano passado, fora do estilo Kizomba, mas, dou-me por feliz por estar lá, e espero representar bem as minhas colegas”, disse Anna Joyce.

Questionada se nalgum momento imaginou que a canção “Destino” estaria entre as dez mais ouvidas, a júri do Unitel Estrelas ao Palco fez saber que todo cantor quando grava uma música, almeja sempre que a sua composição esteja entre as mais ouvidas, independentemente de ser colocada no top, a ideia passa por apresentar uma música que seja sucesso. “Ainda que não estivesse no top, a música já faz muito sucesso e sinto-me feliz por isso”, sublinhou a cantora.

Sobre a inserção de cantores da nova geração na edição de 2019, Anna Joyce explica que é bom apreciar tal acto, pois, todos são pessoas que começaram a cantar na mesma fase e estão na mesma luta, porém, enquanto concorrente, Anna acredita que esta nova geração tem mostrado cada vez mais a união que existe na música angolana.

“Acho que isso foi o mais bonito, malta jovem a mostrar que, realmente, o top não era só aquela música que reconhecia o Semba e os cotas, mas também a malta mais jovem”, finalizou.

comentários facebook