Caso “Fuga dos 11 detidos” – Benedito Daniel: “As esquadras não são...

Caso “Fuga dos 11 detidos” – Benedito Daniel: “As esquadras não são zonas de permanência dos detidos”

COMPARTILHE
A A A

O deputado do PRS, Benedito Daniel, afirmou que “esta é a prova da grande vulnerabilidade que têm as nossas esquadras de polícia”, declaração feita nesta segunda-feira, 26 de Março, no espaço “Opinião”, do Telejornal, aquando da abordagem da fuga dos 11 detidos da 12ª esquadra policial do Cazenga.

O deputado, lamentando pela facto de a situação ter acontecido numa esquadra de polícia, sobretudo pelo número que considera elevado de detidos, afirma que isto demonstra claramente a negligência dos próprios oficiais das esquadras. “É preciso fazermos uma nota de que as esquadras não são zonas de permanência dos detidos. Os detidos devem fazer uma passagem nas esquadras e elas devem estabelecer uma lei de tempo de permanência dos detidos nas suas instalações”, disse o deputado, acrescendo que isso deve-se por causa de certa morosidade na investigação dos casos e na determinação de quem deve permanecer na esquadra e quem tem o processo que deve prosseguir à Procuradoria Geral da República para posteriormente ser encaminhado para a justiça.

A instrução dos processos deve ser célere”, realçou Benedito Daniel, afirmando ainda que temos tido casos em que os detidos permanecem entre sete a 15 dias numa esquadra, situação que esse representante do povo considera ilegal por não estar prescrita e por não ter respaldo legal. “Durante essa permanência, os detidos acabam por fazer amizade com certos policiais e estes, até certo ponto, colaboram na fuga, recebendo, talvez, alguns proveitos dos familiares desses detidos”, rematou.

comentários facebook