Blue Volei Clube de regresso a Angola com oito medalhas

comentar
8
COMPARTILHE
A A A

Equipas Blue Volei Clube, projecto de voleibol da Refriango, regressaram a Angola esta segunda-feira com um total de oito medalhas – seis primeiros lugares, um segundo lugar e um terceiro lugar, depois de terem participado em dois torneios internacionais de voleibol, em Portugal. «Blue Volei Clube foi o único representante africano nestes torneios, foram 16 dias em Portugal, oito dias em competição, dois torneios, nove competições. Estamos orgulhosos por elevar o nome de Angola ao mais alto nível», afirma André Pereira, coordenador desportivo do VoleiBlue.

Os escalões de sub-12 arrecadaram o primeiro lugar em todas as suas categorias, “Mini Feminina”, Mini Masculina” e “Mini Mista” durante o TIVE – Torneio Internacional de Voleibol em Esmoriz, que decorreu de 11 a 15 de Abril. No mesmo torneio, a equipa de “Iniciados Femininos” ocupou o terceiro lugar do pódio.

Já no torneio organizado pela Associação de Jovens Fonte Bastardo, que decorreu na ilha portuguesa dos Açores, de 4 a 6 de Abril, as equipas “Mini Feminina”, “Iniciados Masculinos” e “Iniciados Femininos” ficaram em primeiro lugar nas suas categorias, tendo a equipa de “Minis Masculinos” arrecadado um segundo lugar.

A comitiva do Blue Volei Clube, composta por 24 atletas dos 10 aos 14 anos e três técnicos, esteve em Portugal de 1 a 16 de Abril para participar nos dois torneios internacionais de voleibol, torneio da Associação de Jovens Fonte Bastardo e TIVE, sendo o único representante do continente africano, ao lado de equipas de países europeus, como Portugal, Irlanda, França, Espanha, entre outros.

Esta é a quinta vez que a equipa Blue Volei Clube participa num torneio internacional. Em 2015 e em 2016 marcou presença no TIVE e no AMB Volleyball Cup, um dos maiores e mais prestigiados eventos de voleibol juvenil do mundo, que decorre anualmente na cidade portuguesa de Espinho. A equipa masculina alcançou o 1º lugar na classificação final no AMB CUP, em 2016, ficando à frente de equipas portuguesas, espanholas, italianas, brasileiras e mexicanas.

A participação em eventos internacionais desta dimensão constitui um marco crucial para os atletas da Blue Volei Clube, e para o desporto angolano no geral, e tal só possível com o patrocínio da TAAG Linhas Aéreas de Angola, que apoia o projecto desde o primeiro momento «demonstrando o claro apoio da companhia de bandeira na promoção do desporto angolano», refere o coordenador desportivo do VoleiBlue.

blue blue33

Sobre o Blue Volei Clube
O VoleiBlue é uma iniciativa de carácter social da Refriango, lançada em 2013, com o objectivo de ensinar de forma simples a prática do voleibol em Angola. Trata-se de um projecto desportivo de cariz social e formativo, ligado ao ensino e à promoção de valores, atitudes e comportamentos de excelência através de uma modalidade desportiva.
O VoleiBlue ensina, diariamente, voleibol em 11 escolas de Luanda, abrangendo um universo de 3000 alunos que têm assim a possibilidade de aprender e praticar a modalidade. O projecto inclui ainda a reabilitação das escolas envolvidas através de obras, pinturas e limpezas.
Em 2015 o projecto evoluiu para a vertente competitiva através da criação do Blue Volei Clube, clube, formado por 90 atletas que competem a nível provincial, nacional e internacional.
Para além do Blue Volei Clube, foi também criado um novo escalão no voleibol angolano, denominado VoleiBlue, que veio permitir a crianças e adolescentes, entre os 6 e 13 anos, a prática da modalidade e a participação regular em competições anuais.

DEIXE UMA RESPOSTA