BNI EUROPA cresce 263% em Ativos atingindo 362 M€ e é galardoado com o prémio “Excellence in Growth for Retail Banking Portugal 2016”

comentar
2
COMPARTILHE
A A A

BNI EUROPA cresce 263% em Ativos atingindo 362 M€ e é galardoado com o prémio “Excellence in Growth for Retail Banking Portugal 2016”
O ano de 2016 foi caracterizado pelo crescimento significativo da atividade do Banco BNI Europa, o qual se traduziu no incremento dos ativos em 263% (de 99.602 m€ em 2015 para 362.034 m€ em 2016), da base de depósitos em 5.192% (de 4.956 m€ para 262.234 m€ no mesmo período) e produto bancário em 318% (658 m€ para 2.750 m€). (Ver gráfico em anexo).

Em face do crescimento verificado, resultado da orientação da atividade para o mercado Europeu e para nichos do mercado em Portugal, apostando na inovação e diferenciação, o Banco BNI Europa terá sido, provavelmente, o Banco com maior taxa de crescimento em Portugal no ano de 2016, facto que mereceu a atribuição do galardão “Excellence in Growth for Retail Banking Portugal 2016”, atribuído pela Finance Digest.

O resultado líquido manteve-se negativo em 1.989 m€, consequência do forte investimento em tecnologias feitos no decurso do ano, situação normal em entidades em início de atividade. O rácio de solvabilidade do Banco mantém-se, no entanto, confortavelmente acima dos limites regulamentares, ou seja, em 17,2%.

Durante 2016 o Banco BNI Europa assumiu-se como um dos bancos que melhor remunera os depósitos, e em paralelo, procedeu à criação de novas áreas de negócio cujos produtos/serviços subjacentes serão lançados no decurso de 2017 e introduzirão algo de inovador no mercado português, permitindo ao Banco ocupar segmentos que não estão a ser atendidos pelos demais operadores financeiros do mercado. O Banco procedeu ainda à consolidação da sua estratégia de negócio, assentando hoje a sua atividade em plataformas digitais suportadas por um reduzido número de colaboradores (43).

Em consequência das diversas iniciativas promovidas, da visibilidade internacional e dos resultados alcançados em 2016, o Banco BNI Europa foi igualmente galardoado com outras distinções por parte da imprensa especializada, nomeadamente prémio de “Best Internet Bank Portugal 2016” pelo “Global Business Outlook”, prémio de “Best Digital Bank Portugal 2016” pelo Global Banking & Finance Review e prémio de “Banco mais Inovador em Portugal – 2016” pela International Finance Magazine, os quais reconheceram as ações desenvolvidas pelo Banco, e a sua estratégia de investimento em soluções de pluricanal inovadoras.

O ano de 2017 será crucial na consolidação da atividade do Banco BNI Europa. Neste contexto, e depois do grande sucesso nos depósitos a prazo foi lançada em janeiro a primeira conta à ordem remunerada, sem comissões de manutenção, produto também disruptivo no mercado. Em 22 de Fevereiro, foi também lançada a marca Cereja, marca de soluções financeiras dirigidas ao segmento da população com mais de 65 anos, assente num produto âncora – o Crédito Inverso, absolutamente inovador no mercado nacional, que apresenta características especificas e permite contratualizar um empréstimo com carência de capital e juros utilizando a habitação própria como colateral. Esta solução financeira será completada com produtos de poupança e de seguros focados neste segmento.

Ainda durante o ano de 2017 o Banco procederá ao lançamento da conta à ordem para empresas e de outros produtos de crédito ao consumo.
Conforme referido pelo Presidente do Conselho de Administração, Eng. Pedro Pinto Coelho:

“É ainda expectável aumentar o leque de produtos/serviços oferecidos através de parcerias com empresas que se destacam pela sua inovação e foco nas soluções digitais/online. Esta orientação estratégica irá permitir que o Banco BNI Europa se afirme como um “Challenger Bank”, assente na lógica de arquitetura aberta e na diferenciação.
É nossa convicção que este posicionamento permitirá ao Banco BNI Europa destacar-se como uma referência na nova geração “Fintech” de bancos Europeus e continuar com taxas de crescimento significativas e níveis de rentabilidade e solvabilidade incrementados.”

DEIXE UMA RESPOSTA