Cada história partilhada pelos convidados me torna mais rico como ser humano”, diz Mi Mosquito sobre o programa Talk 2 Mi

0

Por: Stella Cortez

O empresário Mi Mosquito, que dá a cara pela produtora Milionário Records, entre outros investimentos, falou ao PLATINALINE sobre a concepção do projecto de entrevistas denominado “Talk 2 Mi”, cuja transmissão acontece na sua página do Instagram.

Segundo Mi Mosquito, o projecto, que semanalmente leva aos internautas convidados com histórias de vida motivacionais, começou a ser idealizado muito antes da fase epidemiológica, pois sempre sentiu que na sua veia existia um bichinho ligado à comunicação e que poderia ser aproveitado em programas radiofónicos e ou televisivos.

“Tinha idealizado um talk show que, por acaso, já havia gravado um piloto com o Gilmário Vemba, mas infelizmente ficou parado porque estava a tratar de questões organizacionais para saber onde colocaria o mesmo piloto. Com a quarentena e muito tempo em casa, senti a necessidade de me comunicar com o mundo e aderir a esta linha que actualmente as pessoas estão a seguir, que tem muito mais a ver com as ideias que pretendo transmitir”, disse.

A respeito dos temas abordados no programa, Mi Mosquito salientou que o grande foco passa pela parte dos seus entrevistados mostrarem aos internautas o lado humano e relevante das suas histórias de vida, critério esse que, a seu ver, torna-se um factor importante, pois todos têm histórias de vida, mas nem sempre acarretam tamanha relevância para o conceito do seu programa.

“Quem está do outro lado conseguirá ouvir e saber o que provavelmente em televisão ou qualquer outro fórum não seria dito, por haver mais tempo para falar e a entrevista não ser muito mecânica, então acabamos por ficar mais humanizados com as várias partes das histórias de vida, acredito que seja esta a magia do Talk 2 MI”, frisou.

Para finalizar, o empresário descreve que o grau de importância de apresentar o Talk 2 Mi passa pelo facto de se doar, não somente na questão de tempo, mas em saber ouvir o próximo, pois cada história o torna num ser mais humano em relação às coisas que não tenciona ter na sua vida, de coisas que pretende continuar a ter a sua vida, bem como as que ainda almeja realizar.