Caso “Baixa de Kassanje” em investigação em angola e Portugal

0

A investigação decorre de uma reportagem da televisão portuguesa SIC, que exibiu imagens de crian- ças angolanas a viverem em condições sub-humanas, as- sociadas de malnutrição, em casas d chapa de zinco.

Dias depois da exibição desta reportagem, as autoridades angolanas desmentiram a existência destas crianças, que teve a cobertura de uma associação portuguesa denominada “Pedacinho do Céu”, em Algarve.

A reportagem que assustou, para além das autoridades angolanas, mas sobretudo os moradores da Baixa de Kassange, teve a conivência do cidadão Hélder Silva, que enviou imagens exibidas pela reportagem da SIC.

Hélder Silva confessou ao Serviço de Investigação Criminal em Luanda que o objectivo era para facilitar a canalização de ajudas para as supostas crianças. Ontem a PGR decidiu que se fosse decreta- da prisão preventiva ao jovem.

Entretanto, a Associação Pedacinho do Céu desmentiu que tivesse autorizado o angariamento de fundos, re- alçando não se tratar sequer de “uma ONG nem Institui- ção Particular de Solidarieda- de Social (IPSS)”.

A Polícia Judiciária portuguesa enquadrou este caso como suspeita de burla, e a sua congénere angolana, a Procuradoria Geral da República(PGR), instaurou também um inquérito para averiguar o assunto.