Chetekela, Cangato e Tunga Nzola enaltecem cultura angolana no palco da diversidade cultural

0

Por: Hélio Cristóvão

Não diferente das outras edições, a “Live no kubico” desde domingo,13, foi extremamente rico no que concerne à diversidade cultural que o nosso music hall oferece. Chetekela, Cangato e Tunga Nzola protagonizaram um concerto que, de longe, evidencia a africanidade.

A representar a cultura Tchokwe, Chetekela trajou-se todo e espelhou através de ritmos, linguagem e dança a província da Lunda-Norte, e recordou, ainda, a sua passagem pelo concurso de imitação Estrelas ao Palco, em 2006, aos sons “Mamã”, “Kepe de fudre”, “Azalaki awa” e outros de autoria do músico congolês Gatho Beevans.

Enquanto isto, Cangato trouxe os ritmos melódicos de Moçâmedes (Namibe), com danças e trajes carnavalescos, característicos da cultura mucubal. Para o artista, a sua passagem pelo Palco da Diversidade cultural é a primeira de muitas com visibilidade nacional e internacional.

Por último, mas não menos importante, o grupo Tunga Nzola não passou por despercebido dentre o trio, a banda ultrapassou o mar e trouxe até Luanda o melhor da música cabindense. Já ouviu falar da dança “Kintueni”? Pois bem, foi esta dança que se viu no palco durante a sua actuação.