Cine Tivoli regista casa cheia no espectáculo de apresentação do álbum “Valores”...

Cine Tivoli regista casa cheia no espectáculo de apresentação do álbum “Valores” de MCK

COMPARTILHE
A A A

Por: Stella Cortêz

Revisão: CAnga Tomás

Com a entoação do Hino Nacional, o conceituado rapper e activista cívico, MCK, subiu ao palco do Cine Tivoli para apresentar ao público os temas que fazem parte do seu novo álbum intitulado “Valores”, espectáculo que decorreu na noite de ontem, domingo, 05 de Agosto.

Ao PLATINALINE, MCK, ou se preferir Katrogi, forma como é tratado por muitos amantes do Rap, explicou que o espectáculo surge como uma antecâmera, um pré-lançamento do álbum que chegará às mãos dos consumidores no dia 12 de Agosto, acrescentando que, no final do ano, fará uma apresentação com dignidade promocional, que terá a participação de  todos os músicos que fazem parte do referido CD.

Durante o show,  MCK cantou e encantou o público com temas que, por sinal, já são conhecidos pelos seus fãs que se fizeram presentes no Cine Tivoli. “Felizmente, já temos estado a divulgar com alguma antecedência e muitas dessas músicas foram apresentadas no show de encerramento do álbum “Proibir Ouvir Isso” e temos essa relação de cumplicidade com o nosso público. Mal as músicas estejam disponíveis, independentemente de passarem nas rádios ou não, as pessoas captam a mensagem,” disse o rapper.

Para além do anfitrião da noite, artistas como Phay Grande, o Poeta, Doutor Romeu, Khris MC, Mona Dya Kidi, Kevin Kuller e o DJ Pelé também brindaram os fãs vindos dos vários municípios e distritos da cidade capital, bem como das províncias do Huambo, Cuanza Sul e Cunene. Questionado sobre a possibilidade de apresentar o álbum “Valores” nas demais províncias do país, MCK respondeu: “Temos disponível uma agenda das províncias onde vamos passar depois da realização da venda e assinatura de autógrafos em Luanda. Não sei bem a ordem, mas vamos  para Ndalatando, Malanje, Cabinda, Lubango, Benguela e Huambo. Para esta primeira fase, temos disponível 6 mil cópias para Luanda e 4 mil para as demais províncias onde a procura é mais reduzida”.

MCK-27 MCK-26 MCK-25 MCK-24 MCK-23 MCK-22 MCK-21 MCK-20 MCK-19 MCK-18 MCK-17 MCK-16 MCK-15 MCK-14 MCK-13 MCK-12 MCK-6 MCK-7 MCK-8 MCK-9 MCK-10 MCK-4 MCK-11 MCK-3 MCK-2 MCK-5

comentários facebook