Cinemax comemora 2º aniversário do 4dx com ante-estreia da segunda parte de jumanji

comentar
7
COMPARTILHE
A A A

Luanda, 13 de Dezembro – O Cinemax, maior exibidor de cinema no país, comemorou ontem na presença de convidados o 2º aniversário do lançamento da tecnologia 4DX em Angola, com a ante-estreia de um dos filmes mais esperados do ano, Jumanji 2 – O Nível Seguinte.

Angola é o segundo país africano, a ter a tecnologia 4DX, sistema que dispõe de mais de 20 efeitos sensoriais diferentes, com presença em Angola, África do Sul, Nigéria e Egipto
A tecnologia sul coreana garante ao público uma experiência que transcende a tradicional.

Os efeitos da 4DX são possíveis através do sistema electrónico de movimentos das cadeiras, que simulam sensações como voar, cair, acelerar ou travar. Depois, são instalados sistemas de recriação ambiental na sala, que imita a sensação de vento, chuva, nevoeiro, aromas, entre outros.

IMG_0593 IMG_0614

Os espectadores ficaram satisfeitos com a experiência de imersão da tecnologia cinematográfica na sala 4DX. Na ocasião Michel Ferreira, director da rede de cinemas Cinemax teceu palavras de apreço e falou sobre a relevância do Cinemax no país, “Acreditamos que hoje o Cinemax é a maior referência quando se fala no consumo de cultura em Angola e é a marca que os angolanos preferem como destino nos seus tempos de lazer. Em Dezembro de 2017, o Cinemax introduziu em exclusivo a tecnologia 4DX e revolucionou o mercado cinematográfico em Angola”.

“A indústria do cinema tem, nos últimos anos, colocado o foco no desenvolvimento de tecnologias imersivas e sensoriais que permitam um envolvimento do espectador no filme cada vez maior.
Mas, mais do que aquilo que possamos dizer sobre esta tecnologia, a palavra principal deve ser dada aos nossos clientes. É para eles que trabalhamos todos os dias. Desde que disponibilizamos a tecnologia 4DX, há dois anos, mais de 100.000 pessoas já utilizaram esta sala e o feedback que temos tido é o melhor: A sala 4DX proporciona uma experiência única e exclusiva”.