Compromisso com a cultura de paz em África

Compromisso com a cultura de paz em África

COMPARTILHE
A A A

A Bienal de Luanda é um projecto que nasce da convergência de políticas e programas

estratégicos entre três parceiros principais: o Governo de Angola, a UNESCO e a União Africana e inspira-se na Carta de Renascimento Cultural Africano, que preconiza que a cultura é o caminho mais seguro para que África possa aumentar a sua participação na produção científica mundial e enfrentar os desafios da globalização. Em Maio de 2018, durante o encontro com

Audrey Azoulay,

A Directora Geral da UNESCO, Audrey Azoulay, e à margem da visita oficial a República de
França, o Presidente da República de Angola, João Manuel Gonçalves Lourenço reiterou a
vontade de acolher o “Fórum Pan-Africano por uma Cultura de Paz em África, Bienal de
Luanda”. O Acordo sobre a realização da Bienal de Luanda foi rubricado em Paris – França,
no dia 18 de Dezembro de 2018, pela então Ministra da Cultura de Angola, Dra-. Carolina
Cerqueira e o Director Geral Adjunto da UNESCO, Sr. Firmin Matoko.

comentários facebook