Crise de passageiro a bordo obriga voo da TAAG a regressar ao...

Crise de passageiro a bordo obriga voo da TAAG a regressar ao aeroporto 4 de Fevereiro

COMPARTILHE
A A A

Após cerca de uma hora e 40 minutos de voo, uma das aeronaves da TAAG, a 777-300, com destino a Lisboa (Portugal), viu-se forçada a regressar ao terminal de partida, em Luanda, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, por motivos de crise renal manifestada por um dos passageiros a bordo, segundo avançou Carlos Vicente, assessor de imprensa da companhia de bandeira nacional, TAAG, em declarações à Rádio Luanda.

 “Já  Luanda, foram desembarcados os 228 passageiros sem qualquer constrangimento, incluindo o enfermo, que foi encaminhado para uma das unidades hospitalares e a aeronave deverá regressar a Lisboa dentro de 30 a 40 minutos. Sempre que houver situações do género e houver necessidade de procedermos dessa forma, assim o faremos,  porque isto faz parte das regras internacionais de aviação civil e a TAAG não pode estar além destas normas, porque em primeira instância estão a saúde e a vida do passageiro,” esclareceu o responsável.

.Para terminar, o assessor de imprensa da TAAG assegurou que o voo estará de partida para o mesmo destino, desejando boa viagem a todos os passageiros desta aeronave.

comentários facebook