Da delinquência à moda: Conheça a história do estilista Baúza

Da delinquência à moda: Conheça a história do estilista Baúza

COMPARTILHE
A A A

Por: Nelma Inglês

Fotos: Edueni António

“Baúza” é o pseudónimo de Maurício Chilinene, nascido aos 27 de Setembro de 1990, residente actualmente no Lubango, província da Huíla, jovem que pratica a arte de corte e costura desde 2008, mas somente em 2010 conseguiu marcar um passo significativo nessa empreitada, criando a sua primeira peça que foi comercializada a 10.000 Kwanzas.

Tudo começou quando, depois de algum tempo como delinquente, Baúza foi preso na província do Cunene. Depois de solto, o criador foi para Lubango, onde, certo dia, enquanto andava pelas ruas da cidade de Cristo Rei, foi assaltado e levaram-lhe o único dinheiro que tinha para comprar um par de calçados, dado pela sua mãe, que só conheceu no mesmo ano em que se descobriu como estilista.PL170518

Desiludido, o jovem estilista continuou a sua caminhada, deparou-se com um alfaiate e interessou-se pelo seu trabalho. Tendo decidido cortar e costurar para o seu auto-sustento, Baúza comprou uma máquina de costura e desde aí nunca mais parou.

Inspirado nos trabalhos de Nadir Tati, Baúza nunca teve uma formação da sua área de trabalho e o seu “trunfo” para criar e encantar tem sido o livro do seu avô, outrora estilista, que lhe foi entregue por sua mãe, conforme contou: “Conheci a minha mãe muito tarde, em 2008, ela deu-me o testemunho do passado do meu avô, que também era estilista e chamava-se Baúza. Ele escreveu um livro, que guardo até hoje, e graças a este livro, consegui fazer as minhas criações, porque nunca tive alguma formação no ramo em que trabalho”.

 

Ao falar do seu historial, Baúza fez questão de sublinhar que sonha vestir o presidente da República de Angola. “Fui delinquente, já roubei telefones e outras coisas mais, cresci no Sambizanga, desorientado, não tive o acompanhamento de um pai, cresci com os meus amigos, dentre eles, os actuais músicos Pai Banana e W King, pessoas que me deram muita força para continuar no mundo da moda. Apesar do que passei, hoje sou estudante do Ensino Superior, tudo graças ao dinheiro que ganho do meu trabalho. Hoje, o meu maior sonho é vestir o Presidente da República de Angola, José Eduardo Dos Santos” concluiu o estilista.

comentários facebook