David Caracol sente-se honrado ao ver o seu personagem “Calabress” no filme...

David Caracol sente-se honrado ao ver o seu personagem “Calabress” no filme Caderno Negro, apresentado no festival de Cannes em França

COMPARTILHE
A A A

Por: Stella Cortêz

Conhecido pela interpretação de personagens cómicos das diversas peças exibidas pelo grupo teatral Horizonte Njinga Mbandi, David Caracol falou do quão feliz se sente ao ver o seu personagem “Calabress”, no filme Caderno Negro, a ser apresentado no festival de Cannes, em França.

“O meu personagem é um preto de nome Calabress que trabalha como secretário do Cardeal de uma igreja antiga e tem a missão de executar todas as tarefas desse mesmo sacerdote. É importante dizer que já tinha trabalhado com esta produtora noutro filme, Posto Avançado do Progresso, então a realizadora pediu para que entrassem em contacto comigo”, disse David Caracol, ao falar um pouco sobre o personagem do filme que teve a produção de portugueses e franceses, em que o mesmo integra o elenco principal.

Sobre a representação do seu trabalho nos festivais internacionais, o actor explica que é muito satisfatório, pois os profissionais têm a oportunidade de mostrar o que fazem no mundo da televisão, cinema e artes cénicas para uma série de produtores e realizadores, fazendo desta, uma chance para adquirir contactos para novos trabalhos.

“É a bandeira de Angola que vai para longe, e penso que isto serve de motivação para outros actores, principalmente para os realizadores que se fazem presentes nos festivais para expor os seus filmes. Então, é uma forma de estarmos inseridos no mercado de trabalho, bem como nos consideramos profissionais como qualquer um”, frisou.

David avançou ainda, que além do festival de Cannes, o filme Caderno Negro vai ser exibido em Setembro, no festival de Toronto, no Canadá.

comentários facebook