Dia internacional da juventude: jovens angolanos que dão as cartas nas suas...

Dia internacional da juventude: jovens angolanos que dão as cartas nas suas áreas de actuação

COMPARTILHE
A A A

Comemora-se hoje, 12 de Agosto o dia Internacional da Juventude, por resolução da Assembleia Geral da ONU em 1999, em resposta à recomendação da Conferência Mundial de Ministros Responsáveis pela Juventude, reunida em Lisboa, de 8 a 12 de Agosto de 1998.

Em 2019, o objetivo estabelecido passa por “analisar como é que os governos, organizações lideradas por jovens, organizações focadas na juventude”.

Desde que criou o Dia Internacional da Juventude, a ONU tem atribuído diferentes temas, com o propósito de discutir os principais problemas que afetam os jovens no mundo inteiro. Em 2019, o objetivo estabelecido passa por “analisar como é que os governos, organizações lideradas por jovens, organizações focadas na juventude”.
O objetivo final será o de chegar a 2030 com um “desenvolvimento mais sustentável”. O conceito quadro de juventude, está mundialmente na faixa dos 14 aos 35 anos de idade, ou dos 18 aos 35 anos, mas a base final é até aos 35 anos de idade.
Em Angola, vários são os jovens que se têm sido referência em diversas áreas de actuação. Hoje, iremos destacar alguns destes jovens até aos 35 anos de idade e que desde muito cedo assumiram responsabilidades no aparelho do Estado, na Política, cultura, desporto e outras áreas, mostrando claramente que a juventude Angolana está ciente é dedicada na construção de um país cada vez mais próspero.

* Evanerson Leandro Varo Kaputo, nascido em Luanda aos 26.08.1988, é formado em Engenharia Elétrica e Electrónica pela universidade de Coventry no Reino unido e Pós-graduando em Direcção de Empresas pela Angola School Management (ASM) AIESE. Frequentou  o ensino médio na escola internacional de Luanda LIS,  tendo concluído no Davies Laing and Dick School – Londres, Reino Unido e posteriormente em Foundation pela Bath Academy, D.Game Colleges; Bath, Reino Unido. É o actual Vice – Governador para os serviços técnicos e infraestruturas no Governo da Lunda – Sul.

* Márcio de Jesus Lopes Daniel, nascido a 34 anos, Marcio Daniel como é mais conhecido, tem um Mestrado em Direito Administrativo, Contratação Pública pela Escola de Lisboa da Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa (Mestrado orientado para a investigação). Já exerceu varias funções, destacando – se a de Director do Gabinete Jurídico Chefe de Departamento de Estudos e Produção Normativo, no Ministério das Finanças. É desde Setembro de 2017, Secretário de Estado da Reforma do Estado do Ministério da Administração do Território e Reforma do Estado.

* Jociene Cristiano, nasceu em Luanda a 30 anos. É formada pela Claritas Certified pelo CFA Institute, Mestrado em Finanças, Matemática e Ciências Actuarias, Pós-Graduação em Análise Financeira e actual directora nacional de Investimentos Públicos do Ministério das Finanças. Já desempenhou também as funções de Assessora do Presidente do Conselho de Administração da Comissão do Mercado de Capitais.

* Akiules de Jesus Mendes Neto, nasceu em Luanda, a 11 de Setembro de 1987. Licenciou-se em Física Aplicada pela Universidade Técnica de Delft da Holanda. Em 2009 concluiu o Mestrado em Física Nuclear, tendo logo de seguida concretizado o PhD em Física Nuclear e Plasma, ambos pela Universidade Técnica de Delft.Actualmente, ocupa a posição de Administrador Executivo e Membro do Conselho de Administração da BODIVA, aonde é responsável pelo Departamento de Sistemas e tecnologias de Informação e pela actividade Administrativa e Financeira.

* Tito Cambamje, aos 33 anos de idade, é licenciado em Direito, mestre em direito fiscal. Ficou bastante conhecido como advogado de vários casos notórios, bem como analista político. Foi recentemente nomeado como director do Instituto de Supervisão de Jogos (ISJ), instituto esse sob tutela do ministério das Finanças.

* Ivan Magalhães do Prado, aos 35 anos de idade é o actual Secretário de Estado da Indústria. Gestor de empresas de profissão, formado na universidade Lusíada do Porto.

* Milca Caquesse, nascida aos 21.07.1985, a jovem de 34 anos, jurista de profissão, é uma das jovens mulheres que se tem destacado no mundo da política. Pôs Graduada em Direito dos Contratos, Mestre em Governação e Gestão Pública, já exerceu funções como Chefe de Departamento de Fundos e Investimentos do Cofre de Previdência do Pessoal da Polícia Nacional, foi Administradora por 3 anos do Distrito Urbano do Sambizanga, onde é hoje actual Primeira Secretária do MPLA. É membro do Comité Central do MPLA desde 2016, tendo a filantropia muito presente no seu dia a dia, é ainda presidente da mesa de Assembleia da AAC.

* Esperança Caxita, aos 19 anos de idade acumula vários títulos na modalidade que domina e enche os Angolanos de orgulho: Xadrez. A Mestre Internacional angolana Esperança Caxita chamou a si o terceiro título de campeã africana júnior feminino de xadrez, ao totalizar sete pontos em nove jornadas da prova que decorreu de 25 de Novembro até ontem em Hammamet, cidade costeira do nordeste da Tunísia, em 2016. Actualmente com Elo de 1800 contra os anteriores 1794 (Rating da Federação Internacional de Xadrez (FIDE), a angolana está qualificada para disputar as eliminatórias do campeonato do mundo, que se realiza em Setembro próximo, na Rússia.

A juventude é como um espelho retrovisor da sociedade. Mais do que comparar gerações é necessário comparar as sociedades que vivem os jovens de diferentes gerações. Ou seja, em cada tempo e lugar, fatores históricos, estruturais e conjunturais determinam as vulnerabilidades e as potencialidades da juventude. Realmente, poderíamos citar aqui centenas de jovens angolanos cada um na sua área de actuação, que de forma destemida têm contribuído para uma Angola cada vez melhor. Não poderíamos terminar essa matéria sem parafrasear um texto que será sem dúvida intemporal para os jovens Angolanos de hoje e do amanhã: “os jovens souberam, com muita perícia e qualidade, contribuir com soluções para os problemas que afectam, não só a juventude, mas os angolanos, de um modo geral”. “Estamos, por isso, de parabéns com os jovens que temos.Eles constituem a grande maioria da nossa população, de Cabinda ao Cunene. E com a qualidade dos jovens que temos estamos descansados e sabemos que o nosso País tem futuro, porque é esta juventude que aguentou Angola durante mais de 40 anos de independência”, que vai concluir o trabalho de reconstrução nacional e fazer o Desenvolvimento.”
Presidente João Manuel Gonçalves Lourenço.

Feliz dia da Juventude Angolana para todos os jovens desta belíssima Angola!

comentários facebook