Dorivaldo Cortêz distinguido com o prémio de Cinema e Audiovisual

Dorivaldo Cortêz distinguido com o prémio de Cinema e Audiovisual

COMPARTILHE
A A A

Por: Stella Cortêz

O Prémio Nacional de Cultura e Artes, na categoria de Cinema e Audiovisual, foi atribuído na presente edição, ao cineasta angolano Dorivaldo Cortêz, que em entrevista ao PLATINALINE, falou da importância da referida distinção.

“O prémio Nacional de Cultura e Artes é somente o prémio mais importante para os artistas a nível nacional, porém, para mim, tem um sabor muito especial, pois sou o primeiro jovem na categoria de cinema a recebê-lo. Geralmente, este prémio é atribuído aos mais antigos no mercado, porque um dos itens a ter em conta é o percurso feito pelo profissional, mas nesta edição, o mérito a destacar foi o facto de, em 13 anos de carreira, eu tenha feito muitos trabalhos e, acima de tudo, estar envolvido em projectos de grande dimensão a nível nacional”, disse o cineasta.

O realizador do filme “Falso Perfil” continuou a dizer que, apesar dos trabalhos feitos com inúmeras dificuldades, ser reconhecido com o galardão nacional de cultura e artes tem um significado muito especial, pois enquanto cineasta, acaba por descobrir que todo sacrifício, no final, tem um resultado positivo.

“É gratificante para um jovem como eu que trabalha de forma independente e não tem grandes patrocínios para produzir os filmes, mas, mesmo assim, com algum esforço, tem estado a trabalhar. Eu penso que este prémio não dará somente uma imagem diferente para as minhas produções, certamente também ajudará para uma maior intercessão no que concerne a patrocínios e vai catapultar-nos para o mercado internacional”, concluiu.

comentários facebook