Edgar Domingos reconhece influência de Anselmo Ralph nas suas composições

0

Por: Hélio Cristóvão

“Quando mais novo, as músicas do Anselmo fizeram parte da minha vida”

Que tal relembrarmos a brincadeira que Edgar Domingos teria “roubado” o caderno de composições de Anselmo Ralph?

Não é bem por aí, mas o caso é ironicamente semelhante. Edgar Domingos, considerado por muitos como um dos artistas mais proeminentes da nova escola, falou recentemente em entrevista ao PLATINALINE sobre a influência das canções do Rei do Cupido nas suas composições.

O músico agenciado pela Clé Entertainment começou por enaltecer o percurso de Anselmo, frisando que foi a porta para a internacionalização de vários artistas angolanos, sobretudo na Europa. “Quando mais novo, as músicas do Anselmo fizeram parte da nossa vida, quando ele lançou o Cupido, lembro-me que eu cantava todas as músicas, do início ao fim, e percebi que a sua forma de escrever era diferente dos outros, ele cantava coisas reais sobre o amor, daí adquiri o gosto por esse tipo de música.”

“Quando comecei a fazer Kizomba, optei por fazer histórias, porque senti que as pessoas se identificavam mais, daí que, ao invés de romantizar, eu canto a realidade e o que eu sinto. O Anselmo teve uma grande influência nas minhas composições porque ele cantou muito sobre amor e hoje eu amo cantar sobre amor”, explicou.

Sobre a brincadeira do suposto roubo do caderno de composições de Anselmo, Edgar acredita ser uma brincadeira positiva devido à semelhança de como ambos escrevem. “Não tem como não ser um privilégio ser comparado a um dos melhores artistas de Angola. Anselmo fez história, abriu as portas e os olhos de muitos, resta-nos dar continuidade ao legado”, concluiu.