Empreendedorismo: Luanda acolhe Dia Global da Mulher Empreendedora

Empreendedorismo: Luanda acolhe Dia Global da Mulher Empreendedora

COMPARTILHE
A A A

Luanda acolhe, pela segunda vez consecutiva, o Dia Global da Mulher Empreendedora (WED), um evento realizado todos os anos, em mais de 140 países, que visa a promoção da mulher no mundo dos negócios. O WED é endossado pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Luanda, 07 de Novembro de 2018: A Academia BAI, em Luanda, Morro Bento, acolherá, no próximo dia 17, às 10 horas, a segunda edição do Dia Global da Mulher Empreende-dora (WED), um evento realizado todos os anos, em mais de 140 países, que incentiva as mulheres líderes, inovadoras e empresárias a iniciarem startups, a impulsionarem o crescimento económico e a promoção das comunidades em todo o mundo.

Nesta que é a segunda edição do WED em Angola, a organização vem fortalecida, tra-zendo como tema da conferência “O Impacto Socioeconómico da Mulher no Mundo de Negócios”, de formas a mobilizar dicision makers dos sectores público e privado, bem como fazedores de opinião da sociedade civil, criando, deste modo, a networking entre pessoas de diferentes áreas, com vista a promoção do diálogo intersectorial em torno dos desafios que as mulheres no mundo dos negócios em Angola enfrentam, na perspectiva da criação de soluções para os problemas vigentes.

Segundo Lúcia Fernandes Stanislas, Embaixadora do WED Angola, “durante a conferên-cia serão criados grupos de trabalho, que vão manter contactos até mesmo após a reali-zação do evento, para trabalharem em prol da promoção da mulher no mundo dos negó-cios, com objectivos específicos”.

Lúcia Fernandes Stanislas fez saber que esta segunda edição servirá, também, para a apresentação da Plataforma Mwika, nascida dentro da filosofia do WED, “uma platafor-ma que vai apoiar mulheres a desenvolverem os seus negócios, bem como empodera-las para seguirem fortes nos seus objectivos nos mundos dos negócios”.

“Com isso, acredita-se que estamos a causar um impacto importante, uma semente lan-çada no coração de muitas mulheres que, consequentemente, irá impactar sobre a socie-dade Angolana, um movimento influenciador do crescimento socioeconómico” disse Lúcia Fernandes Stanislas.

De acordo com Lúcia Fernandes Stanislas, o sector dos negócios exige um certo jogo de cintura, que impõe firmeza, gentileza, perspicácia e audácia, características peculiares às mulheres, devido à sua paciência e capacidade de articulação, daí a escolha do tema o Impacto da Mulher no Mundo dos Negócios.

A primeira edição foi realizada no ano passado, a 17 de Novembro, um evento que mo-bilizou várias mulheres, que saíram da conferência inspiradas, pelos discursos, carreiras, personalidades, inteligência e liderança, para transformarem as suas vidas e fazerem a diferença na nossa sociedade.

comentários facebook