Empresa Anglobal vence prémio “Leão de Ouro” da 35ª edição da Filda

Empresa Anglobal vence prémio “Leão de Ouro” da 35ª edição da Filda

COMPARTILHE
A A A

Por: Stella Cortêz

Fotos: Omega Pedro

Depois de cinco dias de intenso trabalho, consubstanciados no estabelecimento de parecerias e troca de experiências entre empreendedores, expositores e visitantes, a Filda 2019, aberta na passada terça-feira (9), encerrou na noite deste sábado (13), com a realização de uma gala que visa premiar as marcas mais destacadas na feira, cuja empresa prestadora de telecomunicações e energia, Anglobal, foi a grande vencedora do prémio Leão de Ouro.

A gala denominada Leão de Ouro, desta que foi a 35ª edição da Filda, que decorreu de 9 a 13 de Julho, na Zona Económica Especial, sob o lema “Dinamizar o Sector Privado e Promover o Crescimento Económico, teve lugar na tenda do Hotel de Convenções de Talatona.

Vinte categoria e quatro menções honrosas ligadas às telecomunicações e tecnologias de informação, Petróleos, transporte e logística, indústria e turismo, produtos e serviços bancários, construção civil, imobiliária e decoração, agricultura, pesca e tantos outros foram disputadas por mais de 750 empresas.

Na premiação das categorias, a Alemanha venceu a melhor participação internacional, a Suave foi a melhor da indústria e produção nacional e, a Sodiame, a melhor entidade de empresas públicas. O SIAC – Serviço Integrado de Atendimento ao Cidadão, venceu a categoria de serviços de utilidade pública. Já, a Sodiba (propriedade da marca Luandina), foi a melhor participação no sector de bebidas. Para o sector de alimentação, venceu a empresa Biagio, enquanto que melhor prestação de serviços venceu a empresa Adinova, Lda.

Melhor participação na agricultura e pesca venceu o grupo Diside ( Solmar e Kikovo), e para a melhor participação de energia e águas, o troféu foi para a empresa de produção de energia Prodel. Para máquinas e equipamentos A. C. Wormann foi a vencedora, mobiliária e decoração ficou com a Las Kasas. Para activação de marcas foi premiada a Zap, e no que concerne aos produtos inovadores, o troféu foi entregue à empresa Bluemater. Na categoria construção e matérias sagrou-se vencedora a empresa OEC, melhor participação de transportes e logística foi para o Porto de Luanda. Já o troféu de telecomunicações e tecnologia de comunicação foi campeã a empresa Unitel.

Petróleo e gás venceu a empresa Total; melhor participação seguros foi para a Sol Seguros, banca e serviços financeiros venceu a Emis. Não obstante as premiações, a organização da Feira Internacional de Luanda brindou com menção honrosa as empresas Lac, PlatinaLine, Himoinsa e a Saudabel, que também contribuíram com a prestação dos seus serviços na actividade que tem como reflexo directo a evolução, o desenvolvimento empresarial e sócio-económico de Angola.

Importa referir que a 35ª edição da Filda contou com a participação de cerca de 21 países, entre os quais: Portugal, Alemanha, Indonésia, Turquia, França, Índia, China, Reino Unido, Noruega, Suécia, Suíça, Israel, Brasil, Japão, Itália, África do Sul, Estados Unidos da América e entre outros.

comentários facebook