Enigma teatro estreia casados e cansados versão “Loulé”

Enigma teatro estreia casados e cansados versão “Loulé”

COMPARTILHE
A A A

Para celebrar o mês do amor, o Enigma Teatro estreia a peça teatral Casados e Cansados, no dia 15 de Fevereiro, às 20h:00 na LAASP – Liga de Amizade Angolana e Solidariedade para com os Povos.

A partir da “Técnica de Meisner”, o espectáculo se desenvolve pelo improviso e repetições de uma situação imaginada, proposta pelo autor e director de cena, materializada pelos actores, ainda sem o texto dramático, para que se consolide as reais emoções que os personagens da história requerem.
Tony Frampênio, director artístico relata “De início, tudo parece uma realidade mimetizada. De facto, é o que se pretende que o espectador pense, mas a narrativa desvenda uma fantasia, onde o espectador é convidado a mergulhar num pesadelo, quando o casal em cena adormece depois de um terrível conflito doméstico. Sempre surge uma questão, antes, durante e depois do espectáculo. Será sonho?”.
Casados e Cansados foi estreado no dia 27 de Março de 2019 em saudação ao dia Mundial do Teatro, na LAASP (Ex. Liga Africana), o espetáculo foi recentemente convidado para a edição de 2020 no Festival Tanto Mar de Loulé, em Lisboa/Portugal, entre os dias 2 a 8 de Março.

Sinopse
Numa noite antes da separação um casal passa pelo seu último e mais dramático pesadelo. Carolina uma jovem de princípios que leva uma vida aparentemente tranquila e marcada por meras questões domésticas sente-se agastada com a falta de atenção do marido “Dragão”, que leva uma vida boémia. Para ambos o único meio de sobrevivência à angústia da relação é entregar-se à vida, transformando assim a história de uma vida modesta num fascinante jogo intelectual de gato e rato, onde nem tudo é o que parece.

Ficha técnica
Direcção artística – Tony Frampênio
Figurino – Luziela Caifalo e Elsa Quintas
Caracterização – Fernando Quissola
Luz – António Caly “Calitoso”
Elenco – Elsa Quintas e Fernando Venâncio
Duração – 50 Minutos
Classificação Etária – 16 anos

comentários facebook