Escola de Capoeira Angola “Okupandula” celebra o seu terceiro aniversário com a...

Escola de Capoeira Angola “Okupandula” celebra o seu terceiro aniversário com a presença do lendário Mestre Moraes

COMPARTILHE
A A A

Por: Nelma Inglês
Fotos: Ômega Pedro

A escola de capoeira Angola “Okupandula” celebrou o seu terceiro aniversário ontem, 06 de Maio de 2017, tendo como convidados especiais alguns mestres internacionais de Capoeira Angola, com destaque para o lendário Mestre Moraes.

Mestre Moraes, do Brasil, precursor da Capoeira Angola no Rio de Janeiro, mestre em História Social, o mestre Kenji e os contramestres Kaio e Kuida, do Japão, vieram dos seus países especialmente para celebrarem o terceiro aniversário do maior grupo de Capoeira Angola em Angola até ao momento e transmitir os seus conhecimentos aos alunos da escola Okupandula.

Fundada pelo contramestre Kimbundo, com o objectivo de criar, nas crianças, jovens e adultos, o gosto pela arte e torná-los mais disciplinados, a escola Okupandula tem mais de vinte alunos e tem estado a crescer cada vez mais e o seu desenvolvimento é satisfatório, como fez saber o responsável pelo grupo, que partilha a sua experiência a custo zero.

Para Mestre Moraes, é muito satisfatório estar mais uma vez em Angola a partilhar, com os mais jovens, o que sabe sobre a arte. O professor disse ainda que existe um preconceito no Brasil relacionado à cultura Bantu, por isso decidiu escrever um livro que fale sobre a capoeira Angola para dar a conhecer ao povo amante desta arte os efeitos da música e da dança na capoeira e muito mais.

Durante a festa, o grupo aniversariante teve uma troca de experiência com outros grupos convidados praticantes de capoeira regional, onde jogaram numa roda de amigos.

A Capoeira Angola é um estilo de capoeira que surge como forma de manifestação de sentimentos, através de movimentos e tem a sua génese no Brasil, praticada pelos escravos africanos. Tem como seu pioneiro Vicente Ferreira Pastinha, mais conhecido por Mestre Pastinha, que foi um grande defensor da capoeira Angola.

comentários facebook