Escritor Lopito Feijó homenageado pela Fundação Arte e Cultura

Escritor Lopito Feijó homenageado pela Fundação Arte e Cultura

COMPARTILHE
A A A

O escritor angolano Lopito Feijó foi homenageado nesta quarta-feira, em Luanda, pela Fundação Arte e Cultura, devido o seu contributo em prol do crescimento da literatura nacional.

A acção enquadrada no primeiro aniversário do projecto “Noites de Poesia”, contou com a presença de jovens poetas que declamaram poemas da autoria do homenageado, com destaque para o livro “ Desejos de Aminata”.

O acto foi ainda marcado pela participação de Wandi Bocado, uma criança de quatro anos de idade, que declamou o poema “ Desígnio Canino”, tendo emocionado Lopito Feijó e recebido muito aplauso por parte dos presentes.

A actividade contou ainda com momentos de teatro, música e sessão de venda das obras de Lopito Feijó.

O escritor enalteceu o gesto da organização do evento e afirmou que actividade serviu para interagir e trocar experiência com a nova geração de autores.

“Estou bastante feliz pelo acto, por estar a ser homenageado em vida, o que representa para mim momentos inesquecíveis e espero que gestos iguais estendam-se para outros artistas”, ressaltou.

Apelou aos jovens maior empenho, dedicação e humildade de forma a atingirem níveis elevados na arte literária.

Licenciado em Direito, Lopito Feijó, co-fundador da Brigada Jovem de Literatura de Angola (BJLA) e membro da União dos Escritores Angolanos, é escritor, ensaísta e crítico literário.

O escritor publicou já as obras “Andarilho & Doutrinário”, “Doutrina”, “Corpo a Corpo”, “Rosa Cor-de-Rosa”, “Cartas de Amor”, “O Brilho do Bronze” e “Marcas da Guerra” e “Desejos de Aminata”.

comentários facebook