“Esse confinamento tem me ajudado a melhorar as debilidades que tinha”, diz Cláudio Fênix

0

Por: Stella Cortêz 

O cantor e compositor Cláudio Fênix, que tem aproveitado o período de confinamento para renovar as energias e lapidar algumas debilidades profissionais, falou em entrevista ao PLATINALINE sobre os transtornos causados pela covid-19, bem como os projectos musicais que pretende disponibilizar nos próximos tempos. 

Cláudio esclarece que essa fase tem servido de renovação e reestruturação para si, porque a seu entender, todos precisavam perceber que na verdade o dia de amanhã a Deus pertence.

“Apesar das perdas humanas, a grande lição que tenho tirado desta fase complicada é que se deve viver o hoje, como se fosse o último dia, aproveitar ao máximo. Independentemente de qualquer coisa, esse período de confinamento tem me ajudado a fortalecer muitas coisas, umas delas foi o meu amadurecimento, também tenho aproveitado para melhorar as debilidades que tinha”, disse o cantor

Sobre os projectos em carteira, o músico agenciado produtora Ls & Republicano fez saber que não vai lançar nenhum EP, pois tenciona explorar e promover ao máximo o seu primeiro álbum de estreia denominado “Vivendo Sonhos”, todavia, não deixará de brindar com temas novos todos aqueles que apreciam o seu trabalho.

“Estamos a preparar novidades, as pessoas ouvirão um Claúdio Fênix mais maduro, mas sem sair da minha zona de conforto, as músicas estão a ser trabalhadas com muita calma. Não posso adiantar mais detalhes, posso apenas garantir que serão muito agradáveis”, frisou.

Questionado sobre os concertos cancelados por conta da pandemia, o autor do tema “Volta só Já” respondeu: “Tinha uma agenda de compromissos aqui e em Portugal, marcados para até Novembro, incluindo o meu show, e tudo isso teve de ser cancelado. Então, de certa forma, o surgimento da pandemia dificultou não somente o meu trabalho, mas o trabalho de muitas pessoas, com isso acabamos tendo alguns danos financeiros”, finalizou.