Estilo de vida é a chave para prevenir a hipertensão diz Lidia...

Estilo de vida é a chave para prevenir a hipertensão diz Lidia Dembi

COMPARTILHE
A A A
Lídia Bernardo Dembi, Directora geral do hospital Neves Bendinha

Um estilo de vida regular, seguido pela prática de exercícios físicos, não consumo de bebidas alcoólicas, controlo do peso e a redução do sal na dieta alimentar, ajudam na prevenção da hipertensão arterial e da diabetes, defende a médica angolana especializada em medicina interna e cuidados intensivos Lídia Dembi.

A especialista, que falava à Angop na terça-feira, depois de ter proferido uma palestra sobre “Diabetes e Hipertensão Arterial – Causas, Complicações e Prevenção”, promovida pela Organização da Mulher Angolana (OMA), em Luanda, salientou que procurou transmitir aos que estavam presentes a necessidade da mudança do estilo de vida para conseguirem controlar as patologias de que padecem. A palestrante frisou que o hábito de fazer exercício físico três vezes por semana, durante 30 minutos, ajuda a controlar tanto a hipertensão arterial como a diabetes. Aconselhou ao não consumo de bebidas refrigerantes por conterem “uma carga enorme” de açúcar e sal.

Lídia Dembi sugeriu, em contrapartida, um maior consumo de vegetas e carnes brancas. A médica sublinhou que a nível do país o quadro de pessoas com crises de hipertensão arterial e diabetes está a crescer em função da “falta de conhecimento”. Apelou aos cidadãos a visitarem o consultório médico para fazer a medição da tensão arterial e do nível de açúcar no sangue, “com vista a melhorarem a sua qualidade de vida”.

Por sua vez, a secretária de Luanda para a área de Solidariedade, Assuntos Sociais e Jurídicos da OMA, Luísa Neto, realçou que o objectivo da palestra consistiu em transmitir às mulheres informações sobre as principais causas e a prevenção da hipertensão arterial
e da diabetes, doenças crónicas que todos os anos matam milhares.

comentários facebook