Estudantes da UMA apresentam proposta de “Resíduo de Vidro Laminado” como trabalho...

Estudantes da UMA apresentam proposta de “Resíduo de Vidro Laminado” como trabalho de fim de Curso

COMPARTILHE
A A A

Por: Iraneth da Cruz

A necessidade de valorizar e reciclar o resíduo de vidro laminado para a concepção do betão, foi apresentado durante uma defesa de trabalho de fim de curso dos Estudantes de Engenharia Civil, da Universidade Metodista de Angola.

Os Engenheiros Hermenegildo Coelho e Edmilson Pedro foram os responsáveis em apresentar o trabalho, cujo tema foi “Analise comparativa do betão Convencional e o betão com resíduos de vidro Laminado”, que os levou à classificação de 17 valores. Os jovens receberam o convite do Director do Curso de Engenharia Civil, para elaborarem um artigo cientifico sobre a matéria, no entanto, devem aprofundar os estudos tanto para o vidro laminado como o vidro normal.

Durante apresentação, os estudantes responsáveis pela elaboração do trabalho apontaram os benefícios da implementação das suas ideias para o processo de revolução da construção civil em Angola, e o aproveitamento de resíduos de vidro laminado para confeccionamento de betão.

“Missão cumprida para esse contexto sim, nós podemos aplicar o betão com o resíduo de vidro laminado na nossa realidade, nas construções de habitações sociais, uma vez que a resistência desse betão é algo que vai crescendo ao longo da sua idade e não há uma redução significativa em comparação ao betão convencional, acredito que para qualquer habitação, seja social ou não, o betão com resíduo de vidro laminado pode ser aplicado”, explicou Edmilson Pedro.

Por sua vez, Hermenegildo Coelho, que ocupou a função de Secretário Geral da Associação Académica da Universidade Metodista de Angola (AAUMA) em 2016, disse que o beneficio do resíduo de vidro Laminado para a população contribui para a diminuição do aquecimento. “O nosso trabalho na nossa realidade tem diversas aplicações, principalmente por nós sermos um país importador de vidro de resíduo laminado, o nosso trabalho veio praticamente para dar solução à reciclagem desse material.

O Docente universitário e orientador do trabalho Durbalino de Carvalho afirmou, que com esse trabalho, pretende-se dar imputes para o estado poupar recursos e diminuir a quantidade de cimento nas obras de construção civil, e deixou uma mensagem aos Ministério do Ensino Superior, da Construção e da Habitação, a acompanharem actividade que é desenvolvida nas universidades para encontrar algumas soluções para os diversos problemas do Pais.

comentários facebook