Euclides Chingui é o grande vencedor do 6º circuito nacional de BTT

Euclides Chingui é o grande vencedor do 6º circuito nacional de BTT

COMPARTILHE
A A A

Euclides Chingui, dos Kambas da Bicicleta, é o grande vencedor do 6º Circuito Nacional de Bicicleta Todo Terreno, que decorreu de Maio a Outubro de 2019. Os resultados foram divulgados no dia 1 de Novembro, sexta feira passada, durante a cerimónia de entrega de prémios, em Luanda.

O evento realizou-se no Restaurante Brasserie Bento, em Luanda, e contou com a presença de vários atletas, membros da organização, patrocinadores e outros amantes da modalidade, que se reuniram para celebrar as vitórias dos atletas mais resistentes e mais persistentes e também a manutenção e expansão do campeonato angolano de BTT.

O atleta angolano Euclides Chingui, dos Kambas da Bicicleta, venceu a prova rainha, com 480 pontos. Em segundo lugar ficou o atleta Rafael Moura, com 340 pontos, seguido de Jorge Abreu, com 300 pontos, ambos de nacionalidade portuguesa.

Na meia maratona João André venceu, com 440 pontos; Carlos Peralta, ficou em segundo lugar, com 340 pontos; e Yuri Rosa, foi o terceiro classificado, com 325 pontos. Estes atletas são todos de nacionalidade angolana.

Na prova feminina, a atleta portuguesa Patrícia Teixeira venceu o circuito, com 380 pontos; em segundo lugar ficou a angolana Elsa Freire, com 360 pontos, seguida da sul africana, Allison Pledger, que ficou em terceiro lugar, com 280 pontos.

Para Gonçalo Anacoreta, responsável pela organização do 6º Circuito Nacional de BTT, “o balanço deste sexto campeonato é bastante positivo, pois contámos em todas as provas com um número significativo de atletas e continuamos a sentir que o nosso principal objectivo se vai cumprindo – e que é o de contribuir para o crescimento desta modalidade em Angola. Acresce que este ano incluímos mais uma prova no circuito – nove no total, e registámos a participação recorde de 270 atletas”. O mesmo responsável sublinhou que a organização “vai continuar a trabalhar para fazer mais e melhor em 2020, quer ao nível da qualidade quer da quantidade. Uma das vertentes que pretendemos continuar a trabalhar nesta nossa Acão é a responsabilidade social, que este ano chegou a bom porto com a oferta de havaianas a muitas das populações por onde passámos, assim como pela oferta de roupa e de calçado oferecida pelos atletas participantes”.

DSC_0190 DSC_0252 DSC_0285 DSC_0300 DSC_0340 DSC_0376

Sobre o BTT em Angola
Os primeiros passos de provas organizadas de BTT em Angola foram dados em 2014. Nesse ano, a ALLSTARS organizou duas provas: Barra do Kwanza e Funda e contou com 50 participantes.
Em 2015, o desafio foi elevar a fasquia e chegar aos 100 participantes numa só prova, meta essa que foi alcançada.
Em 2016, participaram mais de 160 participantes numa prova, sendo que mais de 250 atletas de pelo menos, 20 nacionalidades participaram nas diferentes provas do 3º BTT ALLSTARS XXL 2016.
Em 2017, e apesar da crise vivida em Angola, o número de participantes não diminui, tendo os organizadores atingido um novo máximo, com mais de 170 participantes inscritos numa só prova.
Em 2018, a organização deu continuidade a este movimento, tendo aumentado o número de ciclistas e amantes da modalidade e organizado uma prova de dois dias seguidos fora de Luanda. Os eventos realizados na edição de 2018 foram os seguintes: Prova de resistência urbana noturna, em Abril; 5º Circuito Angolano de XCM, entre Maio e Outubro; e Campeonato de XCO e de XCM, em Setembro.

comentários facebook