Filme angolano “A Doutrina”, nomeado para Prémio Internacional de Cinema

Filme angolano “A Doutrina”, nomeado para Prémio Internacional de Cinema

COMPARTILHE
A A A

O filme angolano “A Doutrina” concorre ao Prémio Internacional de Cinema Independente no Brasil, no próximo mês de Setembro, pela sua sinopse e produção, dois meses após a estreia do mesmo, em Luanda.

António Correio, Director do filme, disse ao Platina Line: “Recebemos com muita emoção esta notícia, trabalhamos sem pensar nisso, mas o resultado chegou, acreditamos que um reconhecimento internacional e não só, é também um ponto de partida para próximos projectos. América Latina reconheceu o potencial do cinema nacional, é de louvar”, disse Correio, acrescentando que Um dos objectivos é levar o cinema nacional além-fronteiras. O filme será exibido na mostra internacional em cinco cidades brasileiras, entra em cartaz a 26 de Julho, e também em exibição na trienal da CPLP.

IMG-20190708-WA0019

António Correio está nomeado na categoria de melhor realizador, e Leopoldo Lemos, na categoria de melhor actor de cinema estrangeiro. Os angolanos estarão a concorrer com chilenos, americanos e brasileiros.

Sobre o filme

“A Doutrina” é um filme angolano que narra a história de uma mãe que vê o seu filho a beira da morte por causa de uma transfusão de sangue. Doente de Talassemia, e a mãe vê-se no direito de doar sangue ou não, porém, a sua religião não a permite. Ricardo Machado, Edvânia Félix e António Correio são os capitães do barco “A Doutrina”, um filme com a produção da Mídia Artes Comunicação Visual.

Por: Léo Bernardo (Estagiário Platina Line)

comentários facebook