Filme “A ilha dos cães” estreia-se finalmente em Angola

Filme “A ilha dos cães” estreia-se finalmente em Angola

COMPARTILHE
A A A

A TINAWC – This Is Not a White Cube vai inaugurar o Ciclo de CINEMA – MESSU “INDEPENDÊNCIA e filhos da independência” com a ante-estreia do filme, “A Ilha dos Cães” de Jorge António, no próximo dia 7 de Junho, quarta-feira, às 18h30 horas, na Galeria do Banco Económico, em Luanda.

O projecto Ciclo de Cinema MESSU pretende assumir um papel no desenvolvimento e promoção do cinema, pela sua riqueza, diversidade e potencialidade, ao mesmo tempo que estabelece uma visão contemporânea de Angola e serve como mecanismo de apoio à produção nacional para incentivar a execução de projectos artístico-culturais.

O Ciclo de Cinema MESSU resulta do diálogo aberto e permanente entre artistas, cineastas, intelectuais, promotores culturais e a comunidade em geral. Decorre até ao próximo dia 4 de Agosto, com sessões todas as sextas-feiras, às 18:30 e a entrada é gratuita. Organizam-se ainda matinés para grupos escolares às sextas, às 15:00, mediante reserva prévia.

MESSU (desconstrução da palavra Jikulamessu, quimbundo, que significa VER/VÊ) pretende ter uma periocidade anual e estender a sua acção a outras vertentes artísticas como concertos, exposições e artes performativas. O objectivo deste ciclo é fidelizar diferentes públicos-alvo, criando uma periodicidade e regularidade da actividade.

Este formato desenvolvido e produzido pela TINAWC e neste primeiro ciclo, reúne uma série de filmes sobre o pré e pós-independência de Angola. Nos dias 7, 8 e 9 de Junho próximo, serão exibidos três filmes: “A Ilha dos Cães” (2017) realizado por Jorge António; “Sambizanga” (1961) de Sara Moldoror; e “Independência” 2016 realizado pela Geração 80.

(ver a programação e sinopses na página seguinte e até Agosto em anexo)

 

meesu

 

 

 

 

Programação

Quarta-Feira, 7 Junho: Ante Estreia – “A Ilha dos Cães” (2017) Realização Jorge António

Sinopse: Duas Angolas, a colonial e a actual, distanciadas 60 anos, partilham a maldição de uma ilha misteriosa. No passado, o epicentro da tragédia é uma fortaleza sinistra, túmulo de revolucionários deportados do continente. No presente, a construção de um resort de luxo desperta a mandíbula implacável da justiça. Pouco depois, começam a surgir cadáveres de operários esventrados. O terror alastra num ápice. Pedro Mbala é enviado à ilha para resolver o problema. O alvo dele é uma matilha de cães vadios.

Apresentação: Programa global do Ciclo e do filme em destaque apresentados pelo realizador Jorge António, na presença de Miguel Hurst, Sónia Ribeiro, Danilo Fortunato e Paulo Azevedo

Auditório Banco Económico – 18h30 / 21h00

 

Quinta – Feira, 8 Junho: “Sambizanga” (1961) Realização Sara Moldoror

Sinopse: O filme passa-se em Angola, no ano de 1961. Domingos Xavier, um activista revolucionário angolano, é preso pela polícia secreta portuguesa. Xavier é levado para a prisão de Sambizanga, onde acaba sendo submetido a um interrogatório e tortura para extrair os nomes dos seus contactos da independência. O filme é contado a partir do ponto de vista de Maria, a mulher de Xavier, que vai em busca do seu marido em cada prisão, sem entender exactamente o que aconteceu, já que Xavier foi torturado e espancado até a morte.

É um filme franco-angolano-congolês do género drama com base na novela A vida verdadeira de Domingos Xavier do autor angolano José Luandino Vieira

Apresentação: José Mena Abrantes, Domingos Magalhães e Henda Ducados

Auditório Banco Económico – 18h30 / 20h30

 

Sexta – Feira, 9 Junho: “Independência” 2016 Realização Geração 80

Sinopse: Tivemos uma das lutas de libertação mais longas de África, com uma guerra que durou 13 anos. Durante esses anos vivemos a luta nos mais diversos cantos em Angola e no mundo. Não éramos só uma geração de jovens com ideias revolucionárias. Éramos homens e mulheres comuns, de várias gerações, de diferentes regiões de Angola e diversos percursos de vida. Esta é nossa memória…

Apresentação: Mário Bastos e Jorge Cohen

comentários facebook