Formação dos Guias Locais de Aviturismo na comunidade da Tundavala, Huíla

Formação dos Guias Locais de Aviturismo na comunidade da Tundavala, Huíla

COMPARTILHE
A A A

Formação dos Guias Locais de Aviturismo na comunidade da Tundavala, Huíla
No âmbito do projecto “Apostar no Aviturismo’’, o Ministério do Turismo, em parceria com a empresa PROMISED LAND VENTURES (PLV), lançaram hoje, na Localidade da Tundavala, província da Huíla, o terceiro grupo de formação em Guias Turísticos.

O Ministério decidiu juntar a si um parceiro com grande experiência no Turismo Ecológico. Foi escolhida a localidade da Tundavala, por se tratar de um ponto turístico de grande potencial, não apenas no que toca a observação de aves, mas também no que se refere à majestosa paisagem que atrai e envolve os visitantes pela sua forte exuberância.

A expectativa do MINTUR é a de que, no final da acção formativa, os formandos estejam habilitados e munidos de competências técnicas quanto á hospitalidade, recepção, interação e orientação de turistas, assim como abordar questões Ecológicas e de Conservação do Ecossistema.

Trata-se de um projecto composto por diversas etapas e a formação de guias locais ao longo da rota turística, definidas pelo Ministério, constitui uma das etapas chaves para o sucesso do projecto, preparando os guias para que sejam capazes de orientar os turistas interessados, sejam estes nacionais ou estrangeiros.

Até ao momento o projecto “Apostar no Aviturismo” formou já um total de 15 jovens, nas províncias de Malanje – Localidade de Kingila e Bengo – localidade de Santa Ambuleia, locais onde se regista a presença de aves endémicas em grande potencial as aves raras.

O Ministério do Turismo, em linha com as orientações da UNWTO (Organização Mundial do Turismo – Agência das Nações Unidas), tem como meta para o ano 2020 – 2021 a aposta no Turismo Rural, envolvendo neste e noutros projectos para o desenvolvimento e combate a pobreza.

 

comentários facebook