Harry Potter: chega ao fim a saga que marcou uma geração

Harry Potter: chega ao fim a saga que marcou uma geração

COMPARTILHE
A A A

A escritora britânica JK Rowling durante a apresentação do jogo online Pottermore, em Londres

 

A estreia mundial do aguardado último capítulo das aventuras de Harry Potter no cinema acontece nesta quinta-feira, em Londres. O evento será a apoteose de uma saga de grande sucesso que durante quase quinze anos teve a admiração de milhões de fãs e permitiu um faturamento de bilhões de dólares.

Quando uma mãe solteira britânica totalmente desconhecida e que sobrevivia graças à ajuda do governo percorreu as editoras com um manuscrito sobre as peripécias de um jovem bruxo, muitas rejeitaram a ideia. Hoje, com certeza lamentam a decisão.

A publicação do primeiro livro de J.K. Rowling, Harry Potter e a Pedra Filosofal, em junho de 1997, provocou um fenômeno comercial. Desde então foram vendidos mais de 400 milhões de exemplares dos sete volumes da saga em 69 línguas, números superados apenas por livros como a Bíblia.

Recorde – No cinema, os sete capítulos da franquia que estrearam desde 2001, com produção do estúdio Warner Bros, arrecadaram 6,4 bilhões de dólares em todo o mundo, um recorde absoluto. “Está acima dos meus melhores sonhos”, declarou David Heyman, produtor de todos os filmes, que se tornou fã do jovem bruxo ainda em 1997.

Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2, que estreia no próximo dia 15 de julho, é a conclusão da epopeia. Dirigido pelo britânico David Yates, o filme mostra a “batalha final”, narrada nas 300 últimas páginas do sétimo e último livro, que foi dividido em dois para a telona.

Em 3D – Depois da relativa lentidão da primeira parte, que estreou em novembro do ano passado, os “Pottermaníacos” se reencontrarão com os efeitos especiais, e pela primeira vez em três dimensões. Harry, que se tornou um jovem adulto, enfrenta o Lorde Voldemort, o mal absoluto, em uma batalha memorável na escola de magia de Hogwarts.

“Apenas um pode sobreviver”, anuncia o trailer. O explosivo final encerra quase 10 anos das vidas do trio Harry-Ron-Hermione. J.K. Rowking garante que não escreverá um novo volume. Mas sua varinha mágica ainda transforma em ouro tudo o que toca. A escritora, que tem uma fortuna avaliada em um bilhão de libras, acaba de lançar o site Pottermore.com, para vender diretamente e de maneira exclusiva as versões eletrônicas de seus livros.

 

Os números mágicos de Harry Potter

 

Com mais de 400 milhões de livros vendidos em 69 idiomas e bilheterias mundiais superiores aos 6 bilhões de dólares, a saga de Harry Potter é um dos maiores êxitos da história editorial e cinematográfica. A saga, que chega ao fim nos cinema no próximo dia 15, quando Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2 será lançado nos cinemas do mundo inteiro, se tornou um fenômeno nas bilheterias, nas livrarias e, principalmente, na conta bancária da autora J.K. Rowling. A seguir, alguns feitos da saga:

– Harry Potter e a Pedra Filosofal, o primeiro volume da saga escrita pela britânica J.K. Rowling, foi publicado em 1997 depois de ter sido rejeitado por várias editoras. A primeira tiragem foi de 1.000 exemplares, a metade destinada a bibliotecas.

– Desde então foram vendidos mais de 400 milhões de exemplares em 200 territórios e 69 idiomas, incluindo o latim. J.K. Rowling acaba de lançar um portal, Pottermore, no qual venderá de forma exclusiva as versões eletrônicas de seus livros.

– J.K. Rowling é a única figura literária britânica com uma fortuna calculada em mais de um bilhão de dólares, segundo a classificação da revista americana Forbes. Daniel Radcliffe (Harry Potter) é o ator britânico mais rico com menos de 30 anos, com 42 milhões de (68 milhões de dólares), ficando à frente de Emma Watson (Hermione Granger, 22 milhões de libras) e Rupert Grint (Ron Weasley, 20 milhões de libras), segundo a lista The Richest da revista britânica The Sunday Times.

– Os sete primeiros filmes converteram Harry Potter na franquia cinematográfica mais lucrativa da história, ficando à frente de James BondStar Wars: 6,4 bilhões de dólares, segundo os estúdios Warner Bros. O primeiro capítulo, que chegou aos cinemas em 2001, foi o que teve maior bilheteria, com quase um bilhão de dólares.

– Harry Potter também deu lugar a uma infinidade de produtos derivados (roupas, videogames, brinquedos, doces) que geram rendas calculadas em pelo menos um bilhão de dólares anuais.

– Um parque temático chamado The Wizarding World of Harry Potter (O Encantado Mundo de Harry Potter, em tradução livre) abriu as portas em junho de 2010 em Orlando (Flórida). Apesar do custo estimado em mais de 200 milhões de dólares, o parque tem uma grande afluência de público.



(Com Agência France Presse)

comentários facebook