Igreja Universal tem nova liderança em Angola

0

Por: Stella Cortêz

Após os manifestos, entre bispos brasileiros e pastores angolanos, que em causa estiveram as irregularidades e práticas contrárias à religião, como a vasectomia, racismo e discriminação, a Igreja Universal do Reino de Deus passa para o domínio da liderança angolana no território nacional.

Durante a apresentação do novo elenco directivo da instituição religiosa, foram conhecidos os constituintes: Bispo Valente Bezerra Luis, Coordenador Geral, Pastor Pedro da Ressurreição Garcia, Coordenador Adjunto para assuntos externos, Bispo Felner Batalha, Assessor para assuntos eclesiásticos e institucionais e Nádia Comaneci Peixoto de Carvalho Monteiro, Coordenadora Adjunta para Assuntos Externos.

“A partir deste momento, a Igreja Universal em Angola tem uma nova liderança mediante uma assembleia realizada no dia 24 de Junho. Além da eleição da nova direção angolana, a Igreja também passará por uma reforma, tendo em conta ao manifesto pastoral que foi feito, em que nós alegamos o nosso descontentamento contra as práticas ilegais cometidas pelos antigos líderes da igreja. Entretanto, nesta nova fase, essas práticas não voltarão a acontecer, porque não aprovamos, pois existem, entre vários aspectos, a violação de direitos humanos, algo que não queremos trazer para esta nova igreja. Todavia, existem outras práticas que vamos manter enquanto igreja”, disse Nádia.

A Coordenadora avançou que independentemente de qualquer situação, os pastores brasileiros sempre serão tratados como irmãos, desde que aceitem as formas de tratamento de igual para igual. 

Sobre o que a sociedade poderá esperar desta nova liderança, Nádia Silva sublinha que os crentes poderão ter uma igreja que se preocupa com o próximo, que ame mais e que esteja voltada para questões sociais. “Queremos ter uma igreja que não se preocupe centralizar as coisas para si mesma ou para as questões materiais, desejamos, acima de qualquer coisa,  trabalhar para o benefício e desenvolvimento da sociedade.”