Inspector-Geral indignado com obra paga duas vezes no Cuanza-Sul

0

O Inspector-Geral da Administração do Estado, Sebastião Gunza, manifestou-se indignado ao saber que as obras do edifício da delegação provincial das Finanças, no Cuanza-Sul, já pagas, na totalidade, voltaram a ser inseridas no Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM) daquela região, com um novo orçamento.

A obra, segundo Sebastião Gunza, já havia custado aos cofres do Estado, no passado, mais de 300 milhões de Kwanzas, pagos na íntegra. Com a inserção da mesma nas obras do PIIM, vai custar, agora, mais de 100 milhões de Kwanzas.

O Inspector-Geral, que se encontra a trabalhar, desde ontem, naquela província, disse ter ficado indignado com a situação, pelo facto de uma mesma obra ter recebido dois pagamentos adicionais, imputáveis ao empreiteiro.

Disse que depois de questionar a razão da não conclusão da obra, bem como da inserção no PIIM da província, foi-lhe dito que a desvalorização da moeda foi uma das razões. Mas, afirmou ter ficado impressionado com o bom andamento de algumas obras do PIIM, que visitou.