Jornalistas angolanos partilham momentos das suas trajectórias profissionais na Mediateca de Luanda

Jornalistas angolanos partilham momentos das suas trajectórias profissionais na Mediateca de Luanda

COMPARTILHE
A A A

Por: Stella Cortêz
Revisão: CAnga Tomás

Cinco profissionais, nomeadamente: Carlos Ferreira “Cassé”, Felisberto Costa “Kajimbangala”, Nelson Rosa, Niki Menezes e Salas Neto vão contar as suas “vivências” profissionais numa tertúlia de memórias do sobre o percurso do jornalismo angolano, agendado para o próximo dia 18 do mês em curso, na Mediateca de Luanda.

As expectativas do encontro, que mais uma vez está marcado no quadro da segunda edição do projecto mensal “Mais Comunicação”, são elevadas, conforme contou Amadeu Cassinda, membro da organização, em entrevista ao PLATINALINE. “Este é o segundo evento desta natureza. O primeiro foi no mês passado e contou com a presença de conceituados jornalistas que fizeram revelações históricas. Um conhecimento que, lamentavelmente, não está nos manuais de jornalismo”. Referiu Amadeu.

Sobre o que vai partilhar com os presentes, Salas Neto, um dos jornalistas que estarão no painel do referido tema, fez saber que esta será uma oportunidade ímpar para falar algumas verdades sobre o percurso do jornalismo angolano nos últimos 40 anos. O cronista acrescentou ainda que, tanto ele quanto outros profissionais, fizeram parte de uma geração heróica.

De referir que o projecto MAIS COMUNICAÇÃO é um conjunto de iniciativas com enfoque na promoção, discussão e afirmação das ferramentas da comunicação, perspectivando uma maior circulação de ideias sobre a importância da comunicação nas diversas áreas da nossa sociedade.

IMG_6268

comentários facebook