Kim Kardashian West quer fim da pena de morte nos Estados Unidos

Kim Kardashian West quer fim da pena de morte nos Estados Unidos

COMPARTILHE
A A A

Kim Kardashian West pediu o fim da pena de morte nos Estados Unidos.

A estrela de reality show, de 38 anos, elogiou a ação executiva do governador da Califórnia, Gavin Newsom, de suspender o uso da pena de morte no Estado e pediu “melhores soluções” que priorizem a “clareza e justiça”.

Ela escreveu no Twitter: “Durante o ano passado, mergulhei em aprender sobre o sistema de justiça criminal. Visitei prisões, me reuni com pessoas anteriormente encarceradas e ajudei com casos de injustiça individual – incluindo dois casos de pena de morte. Me encontrei com o Governador Newsom e apoio muito a decisão dele de ajudar a acabar com a Pena de Morte na Califórnia. A parcialidade racial e a injustiça são profundas em todo o sistema judicial, especialmente quando se trata da pena de morte. E não devemos ficar bem com o risco de que uma pessoa inocente possa ser executada. Espero que possamos nos voltar para melhores soluções que se concentrem mais em curar vítimas de trauma e priorizar a clareza e a justiça”.

Kim – que tem os filhos North, 5, Saint, 3 e Chicago, de 14 meses de idade, com o marido Kanye West, e está esperando seu quarto herdeiro por meio de uma barriga de aluguel – visitou o presidente americano Donald Trump e ajudou Alice Marie Johnson, de 63 anos, a ser libertada por clemência depois que ela foi condenada à prisão perpétua sem liberdade condicional por seu primeiro delito não-violento de drogas.

E no início deste mês, a estrela de ‘Keep Up With the Kardashians’ concordou em pagar cinco anos de aluguel para Matthew Charles depois que ele foi libertado da prisão, onde estava cumprindo 20 anos por um delito de drogas não-violento. Quando Matthew tentou encontrar moradia, ele teve seu pedido negado por causa de seu histórico.

Ele compartilhou: “Acabei de receber a mais maravilhosa notícia desta noite que tive que compartilhar com todos. Kim Kardashian West soube da minha situação. Ficou comovida e decidiu me ajudar”.

comentários facebook