Leitura Obrigatória: A Moda agora é anunciar shows, com falsas presenças...

Leitura Obrigatória: A Moda agora é anunciar shows, com falsas presenças de Artistas

COMPARTILHE
A A A

 

 

btatiana

 

Todo artista no auge da sua carreira anseia participar de vários espetáculos e shows musicais para divulgação de seu trabalho discográfico e fazer algum dinheiro.

 

E muitos desses músicos dependem de convites de vários produtores de eventos para poderem se apresentar ao público.Para aqueles que têm seu próprio produtor de evento ou agente os shows são tratados pelos próprios produtores e agentes. Em angola tem crescido o numero de produtores de eventos nos mais diversos pontos do país.

 


E para esses produtores atrair publico significa colocar na sua lista de cantores aqueles que fazem sucesso ou estão no auge na época do show. Isso é bom para muitos, mas tem sido dor de cabeça para outros.

 



Mas recentemente uma onda de “publicidade enganosa” tem preocupado bastante os nossos artistas.


 Publicidade enganosa

 

De acordo com o Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, do Ministério da Justiça de Angola, “publicidade enganosa é a que contém informações falsas e que esconde ou deixa faltar algum dado importante sobre o produto ou serviço.”


 

Se um show é divulgado com certo numero de cantores para atuar, o produtor tem de garantir que sejam esses mesmos cantores atuando, fazendo com que o consumidor (público) sinta que o seu investimento teve rendimento. Quando isso não acontece, estamos perante uma publicidade enganosa. Salvo casos em que os artistas não podem surgir devido a algum problema ou situação, mas que deva ser avisada previamente ao publico.


 

Em Angola a lei da sobrevivência fala mais alto que o respeito ao ser humano. Todos querem atingir seus objetivos nem que para isso signifique passar por cima da dignidade alheia. O que tem acontecido em Angola e é fato, pois muitos cantores tem reclamado desse triste situação, é que muitos produtores de shows musicais têm escalado o nome de muitos cantores para a produção de um evento sem ao menos contactar os mesmos. E isso não é o pior, depois da divulgação do evento constando o nome de diversos cantores e após as vendas de sucessos, chega o dia do respectivo show e o publico ansioso para ver o cantor que o deu razões para comprar o ingresso e nada desse cantor aparecer. Sem falar do musico que fica na expectativa de ser contatado para entrar em negociação com o respectivo produtor e não vê nada, simplesmente acaba sendo um peão no tabuleiro de xadrez do produtor. Vê a sua imagem associada a um evento do qual não tem participação, e quando o evento dá pro torto, vê a sua pessoa ligada com problemas que lhe chegam grátis devido à falta de respeito de certas pessoas.

 


 

E isso não é da boca pra fora. Bruna Tatiana cantora jovem e muito conhecida pelo publico angolano devido ao trabalho que vem apresentando desde o começo da sua carreira foi alvo dessa malandragem. Em seu status na rede social Facebook ela diz o seguinte:


Peço desculpas a todos por não fazer parte do show da Independente amanha, mas nem eu nem o meu agente fomos contatados. A publicidade foi feita sem conhecimento da nossa parte e unicamente para ajudar na venda de bilhetes. Um grande desrespeito ao publico e a nos artistas.”


 

Outro artista que também sofreu o mesmo problema é Danny L e ele diz o seguinte:

 

“Quando estas situações começarem a chegar aos tribunais e as multas a pagar por publicidade enganosa forem pesadas, a ordem poderá ser restabelecida. Ate lá, não me parece que mude muito, infelizmente!”

 


Yola Araújo,   vitima também desses agentes. disse o seguinte,  desculpas a todos que se tenham deslocado ao Bingo para me ver cantar o que não aconteceu,coisas que acontecem alheias a minha vontade,mais o promotor do mesmo evento não foi sério e fez publicidade enganosa,a publicidade foi feita sem o nosso conhecimento…

 


Essas foram alguns dos desabafos citados pelos artistas, mas que falam por tantos outros artistas que sofrem o mesmo infortúnio. De serem presas da publicidade enganosa.

 

Mas o que realmente preocupa é que esses casos têm estado a acontecer e simplesmente ninguém faz nada, e se o fazem, fazem pouco.


 

Mas nos perguntamos cadê os agentes, empresários e advogados desses cantores? Ou será que fica tudo resolvido com uma conversa e uns 10% do show?


 

Como em angola a corrupção é o ar que se respira, fica parecendo que tudo fica bem depois de uns dias.


 

Mas acreditem que se esses abusos não forem levados as devidas instancias para se multarem aqueles que fazem mau uso do nome dos artistas, essa situação não mudará tão cedo. E como muitos não têm o costume de lidar com tribunais e advogados com “medo ou vergonha” de verem o seu nome ligado a problemas mesquinhos, passam uma borracha no assunto. Mas se realmente quiserem solução para esses problemas, alguém tem de dar o primeiro passo.


 

Quem será o primeiro? Ou vamos esperar esse assunto atingir proporções e danos extravagantes para se poder tomar uma atitude?


Em temas anteriores já abordamos a necessidade de respeitarem os nossos artistas e abrirem espaço pra divulgação dos seus trabalhos, hoje iremos reiterar esse pedido e apelar para o bom senso dos produtores que não acabem com a imagem dos nossos queridos artistas com divulgações falsas. E ao povo pedimos que quando situações do gênero acontecerem a tomarem nota dos produtores e nos próximos shows não comprem os convites, pois com certeza é uma furada!

 


 

Musica também é cultura E cultura deve ser valorizada.

comentários facebook