Livro “Casar para namorar” desaconselha comodidade após o casamento

0

Por: Hélio Cristóvão

“Casar para namorar” é a primeira obra literária do jovem Martinho Gele, a ser lançada no dia 30 de Outubro, na União dos Escritores Angolanos. Obra esta que traz um conteúdo de repúdio aos casais que se acomodam após contraírem o matrimónio. Como o título sugere, “Casar para Namorar” é uma chamada de atenção para que o namoro não termine depois do casamento.

De acordo com o autor, o livro, de 286 páginas, é uma fusão de géneros literários (auto-ajuda) e literário (romance através de ficção), nasce de uma observação feita nas relações humanas, sobretudo em questões relacionadas com os sentimentos. “Fui notando que existem muitos que, depois de conquistarem a pessoa desejada, se acomodam, param de a conquistar e não conseguem manter a relação, muitas vezes acabando por namorar fora do relacionamento”, disse.

Além disso, o material que começou a ser preparado há seis anos, também traz conselhos que ajudam a encontrar companheiros ideais e manter firme o relacionamento. Para escrever o livro, Martinho baseou-se na vida de amigos, familiares e na sua própria experiências de relacionamentos. O jovem, de 29 anos de idade, também buscou depoimentos de padres e outras pessoas que acompanham casamentos.

“Casar para namorar” será apresentado pela primeira vez na União dos Escritores Angolanos, no dia 30 do corrente mês, a partir das 12 até às 18 horas.

Nascido em Luanda, a 02 de Fevereiro de 1991, foi igualmente na capital angolana que Martinho Gele sempre viveu e estudou. É Licenciado em Ciências de Enfermagem, pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde da Universidade Agostinho Neto e Pós-graduado em Agregação Pedagógica, pelo Centro de Estudo à Formação, Investigação e Extensão da Universidade Agostinho Neto (CEAFIE-UAN).


Ingressou no Curso de Ciências de Enfermagem com 20 anos; aos 21 tornou-se porta-voz do projecto estudantil Saúde na Comunidade; aos 23 anos começou o trabalho de coorientação de trabalho de final de curso; foi monitor de Bioquímica e Metodologia de Investigação Científica no Instituto Superior de Ciências da Saúde da Universidade Agostinho Neto; leccionou, como docente colaborador, no Instituto Superior Kaluapanda, na província do Bié, e, actualmente, é Professor colaborador do 2o ciclo do Curso de Saúde, em Luanda.
Paralelamente, é Oficial subalterno no posto de Tenente, oficial do programa de HTA e Diabetes Melitos na Repartição dos Serviços de Saúde da Região Militar Centro. Actualmente encontra-se em comissão de serviço no Centro de Hemodiálise das F.A.A.


É, ainda, palestrante motivacional em temáticas diversas e activista social membro do Projecto “ANTES QUE TE QUEIMES”, projecto de intervenção e conscientização em parceria com outros países (Brasil, Cabo Verde, Moçambique, Portugal e Angola), com o objectivo de proporcionar uma rigorosa formação dos educadores para desenvolverem intervenções educativas em espaços informais (espaços públicos) ou em sala de aula e locais recreativos, bem como aumentar a literacia em saúde interactiva.