O novo Procurador de Filadélfia é angolano e chegou aos EUA como...

O novo Procurador de Filadélfia é angolano e chegou aos EUA como refugiado

COMPARTILHE
A A A

Sozi P. Tulante chegou aos Estados Unidos da América com apenas 8 anos de idade e com o estatudo de refugiado.

O seu pai, Manuel T. Sozinho, antigo combatente de guerrilha da Frente Nacional de Libertação de Angola (FNLA), tornou-se o primeiro Comandante da Marinha de Guerra angolana durante os acordos de Alvor (entre o governo português e os três movimentos independentistas).

Depois do fracasso das negociações entre as três forças independentistas, Manuel T. Sozinho, fugiu para a República Democrática do Congo, onde foi detido pelo regime de Mobuto em 1982, tendo sido libertado após grande pressão das Nações Unidas.

Foi depois da libertação, e graças ao esforço da diplomacia internacional, que se exilou nos Estados Unidos da América juntamente com a família, com o estatuto de asilado político.

Já na Pensilvânia (Estado onde se localiza cidade de Filadélfia), trabalhou como taxista e ajudou a fundar uma associação de emigrantes angolanos.

Quando faleceu com 71 anos de idade era dono de uma grande e bem-sucedida empresa de táxis.

Sozi P. Tulante fez todo o percurso académico nos Estados Unidos, tendo cursado Direito na prestigiante Universidade de Harvard.

Advogado de profissão, Sozi foi nomeado para o cargo de Procurador da cidade no dia 14 de dezembro por Jim Kenney, o mayor de Filadélfia, eleito pelo partido Democrata.

A nomeação ainda carece de confirmação pelo conselho camarário, mas será uma confirmação meramente formal, porque todos os membros do mesmo já se pronunciaram favoravelmente à escolha.

Fonte: Conexão Lusófona

comentários facebook