Peça teatral “4 Prisioneiras (os) é apresentada no Royal Plaza

Peça teatral “4 Prisioneiras (os) é apresentada no Royal Plaza

COMPARTILHE
A A A

Por: Stella Cortêz

Fotos: Armado Teodoro

Mais do que educar, a peça teatral denominada “4 Prisioneiras (os)”, protagonizada por Leomarte Freire, Imani da Silva, Conde dos Bolos e Edy Sexy, membros da comunidade LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transsexuais), cuja estreia aconteceu na noite deste domingo, 14 de Julho, no Royal Plaza, serve de chamada de atenção aos que não aceitam a orientação sexual de outrem, um fenómeno social, como uma das diferenças que constituem o mundo.

Ao Platinaline, Waldano Lukizaya, mentor e produtor da peça, disse que a idealização da mesma consistiu em exibir para a sociedade angolana, uma história contada em primeira mão por pessoas que são atacadas, descriminadas e que sofrem preconceito todos os dias.

“Eu poderia ter colocado héteros a interpretarem os personagens de gays como algumas pessoas queriam, mas, ninguém sente na pele o que eles sentem. Se olharmos para a dinâmica dos cinemas e das novelas, já não colocam héteros a fazerem personagens de gays, pois preferem que sejam os próprios gays a representarem e transmitirem às pessoas o que sofrem, mais do que fazer um laboratório relacionado ao preconceito, só quem vive consegue exprimir. Foi por esse motivo que convidei o Leomarte, a Imane, o Conde dos Bolos e o Edy Sexy para integrarem esta peça”, disse Waldano.

Para os actores, esta peça teatral servirá como uma porta para que as pessoas aceitem as diferenças, pois, independentemente de serem gays, bissexuais, transsexuais ou lésbicas, todas merecem ser respeitadas de igual modo.

comentários facebook