Pelcor e Universidade de Évora Elegem vencedor de concurso Design

Pelcor e Universidade de Évora Elegem vencedor de concurso Design

COMPARTILHE
A A A

A Pelcor, a marca portuguesa de lifestyle em cortiça, acaba de selecionar o vencedor do concurso de Design desenvolvido em parceria com a Universidade de Évora. Inês Gonçalves, aluna do 3º ano do curso de Design foi a responsável pelo projeto escolhido, orientada pela Professora Doutora Inês Secca Ruivo, no âmbito da disciplina Design e Natureza.

Lançada no início do ano, esta iniciativa surgiu da vontade de dinamizar um projeto 100% nacional, que proporcionasse aos estudantes uma experiência real que os aproximasse do mercado de trabalho, e que permitisse incentivar o que de melhor se faz em Portugal.

O projeto veio desafiar os jovens talentos a criar um produto inovador, que explorasse o potencial da cortiça, como material natural e distinto, com um impacto fundamental na sustentabilidade, de forma a complementar a linha HOME by Pelcor. Com uma vertente prática e dinâmica, o projeto pretendia não só estimular a criatividade dos participantes, como aproximá-los da produção nacional e da realidade de uma marca portuguesa com uma presença consolidada no sector.

“Foi com grande prazer e entusiasmo que levámos a cabo este projeto em parceria com a Pelcor. Acreditamos que a vertente prática aliada ao ensino é fundamental para que os nossos alunos saiam com uma maior preparação e visão para o mercado de trabalho. Com este projeto tivemos a oportunidade de tornar o seu percurso académico ainda mais rico, com um produto tão português e com tanto potencial por explorar como é o caso da cortiça. As sinergias entre empresas e universidades assumem um papel muito importante no que respeita à consolidação das bases que permitem aos novos designers começarem a ganhar expressão em contexto real de implementação dos seus trabalhos. Na Universidade de Évora esta tem sido uma preocupação crescente” afirma a professora Inês Secca Ruivo, orientadora do projecto vencedor.

A escolha no projeto vencedor foi da responsabilidade da Pelcor, tendo em conta critérios como a criatividade, aproximação à identidade da marca e sustentabilidade. O projeto vencedor, da aluna Inês Gonçalves, é uma proposta inovadora que mostra a versatilidade e aplicabilidade da cortiça num contexto diário da nossa vida.

No total foram desenvolvidos 82 projetos de alunos e professores orientadores, que durante o último semestre se dedicaram a explorar o potencial da cortiça como material resistente, impermeável, flexível, leve, biodegradável e reciclável.

Para Rui Tati, CEO da Pelcor “Estamos bastante satisfeitos com os resultados desta iniciativa. Foi um projeto que nos deu imenso prazer implementar. Recebemos ideias e projetos de grande qualidade, e foi notório que os alunos encararam este desafio com vontade e criatividade. Para nós foi igualmente uma aprendizagem podermos partilhar esta experiência com os futuros profissionais do nosso mercado. É com entusiasmo que vamos trabalhar em parceria com a aluna e a professora orientadora do projecto para dar vida à proposta selecionada.”

O projeto escolhido pela Pelcor entrará em fase de desenvolvimento a partir do mês de setembro, prevendo-se o seu lançamento nos canais da marca no primeiro semestre de 2018. O produto será comercializado com produção exclusiva, limitada e numerada. Cada peça será um artigo único e verdadeiramente especial, com uma forte dimensão sustentável e social, pois irá incorporar um material tipicamente português, manufaturado localmente por artesãos especializados. A Pelcor está assim a contribuir para a subsistência e divulgação de uma matéria-prima e um ofício genuinamente portugueses.

Esta foi a primeira iniciativa dinamizada pela PELCOR em parceria com a Universidade de Évora, sendo que no futuro a estratégia da marca passa por continuar a apoiar o Design e criação nacional.

comentários facebook