Pomada pode conter o veneno depois de picada de cobra

Pomada pode conter o veneno depois de picada de cobra

COMPARTILHE
A A A

Cremes com nitroglicerina podem aumentar sobrevida de vítimas em até 50%

As toxinas presentes no veneno da naja são tão potentes que podem paralisar a comunicação entre nervos e músculos rapidamente.

As toxinas presentes no veneno da naja são tão potentes que podem paralisar a comunicação entre nervos e músculos rapidamente. (Thinkstock)

Uma mordida de cobra pode revelar quanto o tempo é valioso: em questão de minutos o veneno pode se espalhar pelos tecidos e, dependendo da toxicidade da substância inoculada, causar danos graves ao corpo. Dependendo da região da picada, nem mesmo torniquetes podem ajudar. Mas uma pomada utilizada geralmente no tratamento de angina pode aumentar a sobrevida das vítimas em até 50%.

 

Em um artigo publicado na revista especializada Nature Medicine, pesquisadores da Universidade de Newcastle, na Austrália, mostraram que a aplicação de uma pomada contendo nitroglicerina na região afetada pode conter o avanço do veneno de cobra pelo corpo. Este tempo extra é muitas vezes suficiente para que a pessoa encontre ajuda.

 

“Muitas toxinas de veneno de cobra não entram diretamente na corrente sanguínea, mas são absorvidas e transportadas por vasos linfáticos antes de entrarem nas veias perto do coração”, explica o professor Dirk van Helden, responsável pela pesquisa.

 

 

Apesar de não neutralizar o veneno, uma pomada contendo nitroglicerina poderia desacelerar o transporte da toxina pelo sistema linfático. Seria especialmente útil em regiões isoladas, onde a ajuda médica nem sempre é encontrada com facilidade.

“A cada ano, mordidas de cobras são responsáveis por 100.000 mortes e 400.000 amputações em todo o mundo”, lembra van Helden. “Esta descoberta tem o potencial de melhorar significativamente as taxas de sobrevivência das vítimas mordidas por muitas espécies de serpentes.”

 

( com Veja) 

comentários facebook