Ritmos angolanos invadem Cazaquistão

Ritmos angolanos invadem Cazaquistão

COMPARTILHE
A A A

Angola celebra dia nacional na Expo Astana 2017

Ao som de batuques, violas, e vozes afinadas foi celebrado o Dia Nacional de Angola na Expo Astana. Um dia que tem como objectivo dar a conhecer aos restantes participantes do certame um pouco mais sobre a cultura do país em questão e ainda a sua forma de abordagem relativamente ao tema sugerido pela Expo.

Entre as várias actividades preparadas para o público, destacaram-se as actuações do grupo de ballet tradicional Kilandukilo, os trovadores Duo Canhoto e o músico Nelo de Carvalho. Este último que afirmou sentir-se honrado por poder representar o seu país: “Para mim é uma honra representar Angola, cantar as músicas do nosso país para esta belíssima Expo que está magnífica, muita tecnologia. Para mim é sempre um prazer viajar e conhecer todo este mundo extraordinário da exposição de todos os países e ser convidado para fazer parte do dia de Angola e também fazer parte de alguns concertos para o pavilhão de Angola é uma honra e um prazer sempre.”

2017-07-27-PHOTO-00000023 2017-07-27-PHOTO-00000032 2017-07-27-PHOTO-00000042 2017-07-29-PHOTO-00000074 2017-07-29-PHOTO-00000075 2017-07-29-PHOTO-00000066 2017-07-29-PHOTO-00000075 2017-07-29-PHOTO-00000076

O dueto de trovadores, revela ter vindo com uma missão, dar a conhecer a alma do país: “trazemos a alma de angola, a alma de angola ela tem a diversidade e é isso que tentaremos fazer a partir das raízes até as conexões modernas que têm surgido fruto do quotidiano. É isso que tentamos apresentar e esperamos que o povo sinta e que consigamos ter a interacção entre público e nós, artistas.”

A Expo Astana 2017 que teve início no dia 10 de Junho e encerra portas no dia 10 de Setembro, pretende levantar um debate entre as nações sobre a Energia do Futuro.

comentários facebook