60 Estudantes do ensino médio em Luanda participam de Bootcamp empresarial promovido...

60 Estudantes do ensino médio em Luanda participam de Bootcamp empresarial promovido pela African Leadership Academy

COMPARTILHE
A A A

Na passada Quinta-feira, 12 de Outubro, Luanda albergou um Bootcamp de Liderança Empresarial, promovido pela African Leadership Academy (ALA) e organizado pelas empresas angolanas Neosol e Jovens da Banda. A actividade teve lugar na Mediateca de Luanda, 28 de Agosto.

60 estudantes, provenientes de 12 escolas da cidade, entre públicas e privadas, da décima à décima segunda classe, estiveram por aproximadamente 5 horas a participar da actividade cujo o objetivo foi o de identificar o espírito de liderança dos jovens, tal como o de desenvolver conhecimentos e habilidades de autogestão e empreendedorismo.

Wilson da Silva, responsável pela African Leadership Academy para os PALOP e África Ocidental, foi o principal prolector da actividade. Segundo o mesmo, apesar do nosso país ter estudantes formados e formando na ALA, há ainda a necessidade de impulsionar mais estudantes angolanos a inscreverem-se. “ A partir do momento que o estudante é aceite na ALA, ele automaticamente faz parte de uma comunidade de mais de 6000 líderes que irão trabalhar juntos para enfrentar os maiores desafios do continente. O nosso objetivo é ter cada vez mais estudantes angolanos a aderir a esta rede”.

_CP_9665 _CP_9668 _CP_9670 _CP_9762 _CP_9809 _CP_9812 _CP_9816 _CP_9819

Mila Malavoloneke, directora de comunicação da Neosol e fundadora da Revista Jovens da Banda,empresas anfitriãs do evento, salientou a importância de não excluir os jovens angolanos do processo de desenvolvimento do continente. “Esta actividade foi bonita. Vi jovens de diferentes estatutos e crenças a pensar junto, fora da caixa, em formas de salvar o continente. Isso é importante porque vem mostrar aos nossos jovens que existe um território enorme além das nossas fronteiras e que também espera por eles”. Disse a jovem empreendedora que também admitiu que o idioma continua a ser uma das principais barreiras na integração do jovem angolano com o resto do continente, embora a situação já esteja a mudar. “Tenho estado a viajar muito pelo continente nos últimos meses e venho notando que há cada vez mais angolanos envolvidos em organizações e instituições africanas, o que prova que as coisas estão a mudar, mas precisamos fazer mais. Muito mais!”, concluiu.

O Bootcamp de Liderança Empresarial para estudantes excepcionais do Ensino Médio é um workshop de um dia para alunos do ensino médio que já concluíram o décimo ano. O bootcamp é organizado todos os anos pela African Leadership Academy, em mais de 25 cidades africanas, esta é a segunda vez que acontece em Angola.

comentários facebook