Sharam Diniz e Maria Borges lamentam a morte do estilista alemão Karl...

Sharam Diniz e Maria Borges lamentam a morte do estilista alemão Karl Lagerfeld, director artístico da Chanel

COMPARTILHE
A A A

Por: Iraneth da Cruz

O estilista alemão de alta costura, Karl Lagerfeld, director artístico da Chanel e ícone da indústria global da moda há mais de meio século, morreu nesta terça-feira, 19 de Fevereiro, aos 85 anos, num hospital de Paris, segundo informou uma fonte da grife francesa Chanel.

As Tops Models angolanas Sharam Diniz e Maria Borges lamentam a morte do grande estilista, com quem já tiveram a oportunidade de trabalhar nalguns eventos. “Eu estava ansiosa para trabalhar novamente consigo, mas obrigada pela oportunidade”, lamentou Maria Borges. Na sua página do Instagram, Sharam Diniz proferiu os seguintes dizeres: “A indústria da moda perdeu um génio hoje, envio os meus pêsames para a família e amigos. Tive a sorte e honra de ter a oportunidade de trabalhar com um dos maiores de todos os tempos. Descansa em paz, Karl Lagerfeld.”

Karl Lagerfeld desfrutava da estatura de um deus no mundo da moda, onde permaneceu no topo por mais de meio século até a sua morte, numa idade que quase ninguém, além de si mesmo, conhecia com a precisão de hoje. O estilista alemão era mais conhecido pela sua associação com a francesa Chanel, que remonta a 1983. A marca, diz a lenda, corria o risco de se tornar a reserva de avós endinheiradas antes de ele chegar, cortando as bainhas e acrescentando brilho aos ternos fofos do que é agora uma das casas de costura mais valiosas do mundo.

Lagerfeld também se destacou como artesão. Fotógrafo realizado, ele traçou os seus próprios desenhos à mão, um fenómeno cada vez mais raro na moda. Por trás da fachada, era conhecido pela sua erudição e propensão à literatura, e “devorava” diariamente os principais jornais do mundo.

comentários facebook