Sílvio Nascimento apresenta oficialmente a plataforma digital de streaming “Tellas”

Sílvio Nascimento apresenta oficialmente a plataforma digital de streaming “Tellas”

COMPARTILHE
A A A

Aconteceu neste sábado, 11 de Janeiro, em uma das salas Cinemax, a apresentação oficial da plataforma digital de streaming denominada “Tellas”, que permite a todo o usuário da internet, em Angola e na diáspora, assistir conteúdos audiovisuais onde quer que esteja. Um projecto completamente angolano, criado por Júlio Chilela, um dos membros da equipa, enquanto estudante nos EUA.

A ”Tellas” vai albergar conteúdos dos PALOP, com foco no mercado angolano, com vista a divulgar para o mundo trabalhos audiovisuais nacionais e remunerar os realizadores com 60% dos valores arrecadados pelas visualizações de seus projectos.

Ao PLATINALINE, Sílvio Nascimento, CEO da plataforma Tellas, comentou que este acto acaba por ser uma mensagem de que é possível os angolanos protagonizarem grandes feitos. “É um projecto de união, de autoria angolana e esperamos que os criadores de conteúdos audiovisuais cheguem até nós e tragam propostas”.

O apresentador, actor e produtor executivo considerou ainda indispensável a parceria com empresas ligadas às áreas tecnológicas e bancas, para que as pessoas tenham maior facilidade em efectuar pagamentos. “Queremos que, quando fores pagar uma factura num banco, tenhas a possibilidade de pagar a ‘Tellas’, entretanto, toda a gente que tiver ideias mais fáceis para se chegar a este nível, estamos prontos para isso”, finalizou.

A actividade contou com ilustres presenças como a do representante da Ministra da Cultura, “Francisco Alexandre” e de vários realizadores de renome do mercado audiovisual nacional.

Importa referir que, mais de 60 conteúdos já se encontram disponíveis na plataforma, dos quais: filmes, curta-metragens, séries, documentários, stand-up-comedy, entre outros, disponíveis no Website e aplicativo para Android e IOS.

De salientar que todos novos filmes que forem incluídos na plataforma serão antes disso estreados na rede de cinemas nacional “Cinemax”.

Por: Hélio Cristóvão (Estagiário)

comentários facebook