Taxi desgovernado atropela oito vendedeiras na via expressa e provoca morte imediata a três delas

0

Sobreviventes do aparatoso acidente ocorrido esta sexta-feira, na avenida Fidel Castro, recuperam no Hospital Municipal de Viana

Por: Gabriel Veloso

Três senhoras morreram e cinco ficaram gravemente feridas, na sequência de um brutal atropelamento, na via expressa, também conhecida Avenida Fidel de Castro, em Luanda.
De acordo com fonte da Polícia Nacional, a viatura de marca Toyota, Hiace, de cor azul e branco, que fazia serviço de táxi, circulava no sentido Benfica-Zango, quando perdeu os travões e foi contra um grupo de vendedeiras, que realizavam o comércio à beira da estrada.

O infortúnio acontecimento foi captado pelas câmaras do CISP e ocorreu por volta das 7H38 desta manhã de sexta-feira.

Das imagens, postas a circular nas redes sociais, é possível ver o taxi Toyota Hiace, de cor azul e branco, a sair da sua faixa de rodagem, fugir do asfalto e irromper contra uma multidão de senhoras, que fazia o seu negócio, na zona do areal, que separa um e outro sentido de trânsito.

O aparatoso atropelamento, segundo, ainda, a Polícia, resultou em oito vítimas, tendo três destas falecido no local, uma das quais a caminho do hospital, enquanto outras cinco ficaram gravemente feridas e foram evacuadas para o hospital do Capalanga.

Uma das testemunhas oculares do acidente, que se encontrava também no local a comprar o seu bombo com ginguba, está em estado de choque, porque escapou ao atropelamento. Diz ter ficado arrepiado, pois considera ver apenas aquele tipo de atropelamento nos filmes.

“Foi tipo nos filmes. Eu só vi o carro a mudar de direcção. Estava para combrar bombó e ginguba e levei um susto. Não sei dizer se o carro vinha do Benfica ou do Zango. O carro atrolepou várias senhoras que estavam aqui a vender. Duas senhoras morreram aqui no local e outras foram levadas ao hospital”, disse o jovem que assistiu ao acidente, em declarações à RNA.

O motorista do táxi foi detido e encaminhado aos órgãos de justiça competentes. Ainda assustado, conta o que se passou:

“Foi tudo muito rápido. Os travões falharam e perdi o controlo da viatura”, afirmou o motorista do táxi envolvido no acidente.

O porta voz da Polícia de Trânsito em Luanda, Goubel, confirmou à imprensa que, do acidente resultaram três mortes e que as demais vítimas foram encaminhadas ao hospital, com ferimentos graves.

“Confirmamos, de facto, a ocorrência do acidente. Oito pessoas foram vitimas deste acidente, três delas infelizmente perderam a vida e outras cinco estão a recuperar no hospital municipal de Viana”, disse o responsável da Polícia Nacional.